E-Social passa a valer para todas as empresas a partir de 18 de julho

Fonte: CBN

A ideia é reunir dados sobre as obrigações trabalhistas, fiscais e previdenciárias das empresas em um único ambiente. E todas elas têm até o dia 18 de julho para adotar o e-Social. Esta é uma das últimas etapas de implementação do sistema. Para o diretor financeiro da ACIL e contador, Rodolfo Zanluchi, o programa vai trazer mais segurança a empregadores e empregados, além de reduzir a burocracia. Com a transmissão eletrônica dos dados, acaba a necessidade de enviar guias, formulários e muitos outros documentos para diferentes órgãos.

Zanluchi avalia que o começo do processo pode gerar alguma confusão, mas a tendência é que com o tempo as empresas e os escritórios de contabilidade se ajustem ao novo sistema.

O diretor da ACIL afirma que para acessar o e-Social é preciso ter a certificação digital, uma assinatura eletrônica que garante que as informações foram enviadas realmente pela empresa.

Para a emissão do certificado é preciso ir, pelo menos uma vez, pessoalmente ao agente certificador. O diretor da Acil explica que, desde janeiro, as empresas de grande porte, com faturamento anual superior a R$ 78 milhões já entraram para o e-Social.

Rodolfo Zanluchi diz que nesta etapa do e-Social, que começa no dia 18 de julho, todas as empresas, de qualquer tamanho, já devem adotar a plataforma. Inclusive os micro-empreendedores individuais que têm funcionário.

O diretor financeiro da ACIL orienta quem ainda está com dúvidas sobre o novo sistema ou não sabe como se adequar às novas exigências a buscar auxílio.