Conversa com o presidente

173
01 de Junho de 2018

Chaves para copreensão

Caros associados! A conjuntura nacional está cada vez mais incerta e confusa. As informações trafegam em grande volume e velocidade, potencializadas pelas redes sociais. As mentiras se misturam às verdades e é preciso discernimento para tomar decisões à frente qualquer empreendimento.

A crise de desabastecimento deve perdurar por alguns dias, mas são as outras consequências que preocupam ainda mais: as condições financeira/operacional da Petrobras e  a transferência de tributação para outros segmentos com menos capacidade de pressão, além da ascensão de aproveitadores e aventureiros na vida pública.

A greve dos caminhoneiros deixou bastante evidente que o Brasil não está fazendo o dever de casa.

Com as contas públicas em situação periclitante, ficamos vulneráveis demais e assustamos os potenciais investidores, vacilando na convicção de que a economia de mercado funciona melhor sem a interferência oficial (normalmente quando isso ocorre alguém paga o pato).

O Congresso, cuja fase é de virtual paralisação por conta do período pré-eleitoral, fez a opção errada ao não aprovar a Reforma da Previdência e outras reformas fundamentais para o equilíbrio fiscal. A angústia da sociedade não vai passar enquanto não enfrentarmos o real problema que é a falência do Estado. Que estes acontecimentos traumáticos que estamos vivendo sejam capazes de fazer os brasileiros compreenderam que este é, de fato, nosso maior problema.

Que tenhamos a serenidade para repensar o Brasil.

 

Frase da semana:

A coragem é a dignidade sob pressão

Ernest Hemingway (1899-1961), escritor norte-americano

Histórico

Selecione um ano e um mês: