Conversa com o presidente

115
07 de Abril de 2017

Expo Londrina, mil e uma utilidades

A Expo é um microcosmo – cada vez menos micro, aliás - do dinamismo que marca a sociedade londrinense. No Parque Ney Braga, há espaço para todos os aspectos da nossa pujança.

Nas alamedas e nos recintos, há muitos empregos, mas há quem se divirta bastante. Há quem feche excelentes negócios, há quem adquira conhecimento científico, há quem faça atividade escolar sob os olhos vigilantes do professorado, há quem divulgue sua marca, há quem realize pequenos e grandes sonhos de consumo. É a reprodução em escala concentrada de todas as nuances que vivemos na nossa cidade.

Mas, na minha opinião, o que a feira agropecuária que tanto nos orgulha tem de mais valioso são os encontros de pessoas e instituições num mesmo ambiente.

Esta oportunidade de formar ou revigorar laços, de nos tornar mais coesos nos assuntos mais importantes. Unidas e vivendo a mesma experiência, as instituições mais influentes encorpam sua pauta de reivindicações e conseguem resultados mais efetivos nos pleitos junto às autoridades estaduais e federais que prestigiam o evento.

Portanto, a ampla congregação que marca a Expo se converte em preciosos legados: nos tornamos mais próximos, nos fazemos ouvir, ouvimos, nos conhecemos melhor, aprendemos mais sobre quais caminhos percorrer. A Sociedade Rural do Paraná honra o associativismo promovendo esta rica confraternização, onde fica evidente que somar forças é a vocação inescapável de Londrina.

É uma pena que a feira dure tão pouco. E é um consolo saber que no ano que vem tem mais.

Até a próxima,

Claudio Tedeschi

Frase:

“O emocionalismo está sempre disposto a contribuir para a insensatez”

Barbara Tuchman (1912-1989), escritora norte-americana

Histórico

Selecione um ano e um mês: