Conversa com o presidente

205
18 de Janeiro de 2019

Momento positivo no varejo deve se estender para todos os segmentos

A Pesquisa Conjuntural da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio) apresenta números animadores e até certo ponto surpreendentes, tanto para Londrina quanto para o Paraná.

Nos 11 primeiros meses do ano, o ritmo de crescimento do comércio no Estado atingiu 6,5%, puxado principalmente pelas vendas nas concessionárias de veículos e nas lojas de material de construção. Em Londrina, o crescimento foi ainda mais expressivo, com alta de 11,6%.  

No entanto, é interessante notar que o crescimento ainda não é uniforme. Quando se observa a totalidade dos setores, chamam a atenção as quedas significativas nas vendas de calçados, vestuários/tecido e combustíveis no território paranaense. Por sua vez, em Londrina, há forte retração no setor de livraria/papelaria.

Todos os economistas ouvidos nos últimos dias apostam que os números positivos devem prosseguir em 2019. Há uma tendência de que as oscilações fiquem menos bruscas e que o número de segmentos no azul seja muito maior já neste primeiro semestre.

Portanto, quem ainda não está percebendo o reaquecimento nas suas vendas, pode ficar mais esperançoso nos próximos meses. Tudo indica que o poder de consumo deve melhorar gradativamente e impactar todos os setores ao longo do ano. Chega de crise!

 

Até a próxima,

Fernando Moraes

Frase da semana:

“Não julgo o acontecimento; procuro a consequência”,

Alexis de Tocqueville (1805-1859), pensador francês

Histórico

Selecione um ano e um mês: