Conversa com o presidente

71
02 de Junho de 2016

RESPONSABILIDADES MAIS CLARAS PARA TODOS

O anúncio do prefeito Alexandre Kireeff de um corte de despesas em decorrência da queda de arrecadação expõe a dinâmica mais realista possível da máquina pública.

Uma gestão que não se deixa seduzir pela demagogia deve saber lidar com os efeitos colaterais da sua condução impopular. Kireeff parece topar o desafio ao suprimir horas extras e licenças prêmio dos servidores e ao suspender obras já anunciadas, entre outras medidas.

A cultura política no Brasil, arraigada nas opiniões de quem vive o poder e também por quem é afetado por ele, não coloca no seu devido lugar um mandamento sagrado do gestor eleito, que é a responsabilidade com as contas, irmã mais velha da transparência nas decisões.

Na forma de governar que esperamos, se a arrecadação cair – foram R$ 28 milhões a menos do que o previsto entrando no cofre da Prefeitura de Londrina no primeiro quadrimestre – não exigimos mágica, tampouco um empréstimo para manter a agenda política intacta. Com pesar, esperamos uma adequação nos gastos. É assim que aprendemos a gerir nosso orçamento doméstico ou as contas dos nossos empreendimentos. Na administração pública, a fórmula deve ser a mesma.

Se o contribuinte, por exemplo, não pagou a parcela do IPTU (houve de quebra de 20% na arrecadação prevista), deve entender que esta é uma escolha – justificada ou injustificada - que gera o enfraquecimento do governo municipal. Sem a participação do contribuinte, não há milagre.

Por sua vez, os governantes devem zelar pelo planejamento para elaborar orçamentos verdadeiros. Sem o feeling de quanto terá para gastar em determinado período, o gestor corre o risco de iniciar ações ou obras que serão paralisadas por falta de recursos. E, normalmente, esta paralisação significará mais gastos e mais transtornos aos cidadãos.

Avançaremos quando as responsabilidades de cada peça no tabuleiro sejam claras o suficiente para tornar o jogo democrático o mais limpo possível. E quando esta prática não causar mais estranheza e críticas de ninguém teremos vencido a demagogia e o populismo.

Até a próxima,
Valter Luiz Orsi

Frase da semana
“Você não consegue escapar da responsabilidade de amanhã esquivando-se dela hoje.”
Abraham Lincoln (1809-1865), 16º presidente dos EUA

Histórico

Selecione um ano e um mês: