Conversa com o presidente

156
19 de Janeiro de 2018

Um diálogo por Londrina

Nas democracias mais maduras, os governos buscam constante alinhamento com a opinião pública. Mesmo inebriados por tudo o que ocorre nos corredores do poder, os gestores públicos devem se esforçar para equilibrar responsabilidade e sensibilidade nas tomadas de decisão.

Neste sentido, há de se louvar quando líderes sentam-se numa mesa para negociar em nome do interesse da maioria. É a arte da política e, sem ela, só nos resta a barbárie.

Um grupo de entidade composto por ACIL, Sociedade Rural e Ordem dos Advogados do Brasil – com apoio da Associação Médica, Fiep, Clube de Arquitetura e Engenharia de Londrina, do Sindimetal, do Sinduscon, do Sincil e do Conselho de Condomínios da Gleba Palhano  - e o prefeito colocaram seus pontos de vista numa reunião muito produtiva realizada esta semana no Palácio do Comércio.

Deste debate de ideias que se prolongou por horas foi possível uma compreensão melhor das duas visões antagônicas sobre as contas municipais e o reajuste do IPTU, assunto dominante na cidade.

É no embate e na divergência que somos testados como líderes e como genuínos representantes - ou dos eleitores ou de alguma classe específica.

Ao cabo da discussão, surgiu uma luz para que o tributo em questão seja cobrado de forma mais justa nos próximos anos, de modo também a garantir a saúde financeira do Município.

Estamos enviando ao Legislativo e ao Executivo uma proposta de congelamento da alíquota, a ampliação do prazo para o pagamento da parcela única, o aumento do desconto para este tipo de pagamento e a inclusão de um redutor no aumento, que limita em, no máximo, 100% a oneração em relação ao exercício de 2017.

Contamos com a boa vontade do prefeito e de sua equipe para preservarmos a capacidade de investimento dos contribuintes e das empresas. Isso vai se traduzir na geração de renda e de novos postos de trabalho. É assim que vamos vencer a crise financeira que abate não apenas o governo municipal mas a vida de toda a comunidade.

Contamos com o apoio de todos para uma união vitoriosa em torno desta ideia de justiça tributária.

Participem!

Até a próxima,

Claudio Tedeschi

Presidente

Frase da semana:

“Chato é aquele sujeito que nos rouba a solidão sem nos fazer companhia”.

Gilberto Amado (1887-1969), jornalista

Histórico

Selecione um ano e um mês: