08/08/2018 08:31:58 5 dicas de como vender mais no Dia dos Pais

Fonte: Finanças Femininas

O Dia dos Pais está próximo e por que não aproveitar a data comemorativa para vender mais? Para os comerciantes, esse é um ótimo momento para aumentar a lucratividade, sem precisar de grandes investimentos. E, mesmo diante da crise econômica que enfrentamos, o mercado está aquecido e confiante.

De acordo com um levantamento realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), 61% dos brasileiros pretendem ir às compras – em 2017, a estimativa era de 55%. A expectativa é de que a data movimente cerca de R$ 13,9 bilhões neste ano.

As entidades preveem que quase 93 milhões de pessoas farão alguma compra nos setores de comércio e serviços – em média, os consumidores pretendem gastar R$ 150 com os presentes. Os queridinhos desse ano são roupas (50%), perfumes e cosméticos (32%), calçados (28%) e acessórios (27%). Os sortudos que mais foram lembrados durante a pesquisa são os pais dos entrevistados (64%), seguidos dos esposos (20%), pai dos filhos dos entrevistados (11%), sogros (7%) e avôs (5%).

Para te ajudar a abocanhar uma parte dessas vendas, perguntamos ao Cleber Zanetti, professor de gestão financeira e contabilidade da IBE Conveniada FGV, a maior dica financeira para alavancar as vendas no Dia dos Pais. “O primeiro passo é investir na divulgação dos seus produtos e apostar na diversidade para todos os tipos de pais. Exponha a qualidade do seu produto e, principalmente, tenha condições facilitadas de pagamento, como o cartão de crédito, por exemplo.”

1 – Divulgue o seu comércio

O sonho de todo comerciante é ser a primeira loja que vem à cabeça do cliente quando o assunto é compras. Para isso, invista bastante em divulgação, para que as pessoas saibam que o seu estabelecimento é uma ótima opção para comprar os presentes. Se a sua loja for de bairro, aposte em panfletos, propaganda em rádios locais e até mesmo em carro de som.

Caso você tenha um ponto em centros comerciais ou shoppings, fazer campanhas de divulgação online certamente te ajudará a se destacar. Lembre-se, a propaganda é alma do negócio!

2 – Decore sua loja de forma temática

Você não precisa gastar rios de dinheiro para ter uma vitrine atrativa. Abuse da criatividade, pesquise referências na internet e coloque a mão na massa. Ao decorar a sua loja de acordo com a data comemorativa, você consegue atrair os olhares até dos clientes que não pretendiam comprar nem ‘uma lembrancinha’.

3 – Pense em promoções criativas

No Dia dos Pais, o que mais vemos são kits de meias e cuecas em promoção. Vá além disso: pense sobre o que você mesma gostaria de presentear o seu pai e veja a possibilidade de criar produtos diferenciados. Outra opção é fazer promoções onde os clientes podem montar seus próprios pacotes com os seus produtos e, de quebra, com um preço melhor.

4 – Considere aumentar o horário de funcionamento

Principalmente para os filhos que já são adultos e com um dia a dia agitado, fica difícil gastar muito tempo procurando o presente ideal. Por isso, quando possível, pense em horários alternativos para atender o máximo de clientes. Vale a pena dar uma esticadinha no horário de funcionamento para aumentar os lucros.

5 – Cuidado com o estoque

De nada vai adiantar se promover, enfeitar a loja e criar a promoção mais criativa de todas se você não conseguir atender a demanda dos seus clientes. Nessa reta final para o dia dedicado aos pais, controle bem o seu estoque e esteja certa de que terá produtos suficientes.

Dica bônus: saiba investir bem o seu lucro!

Depois que passar o Dia dos Pais, chega o momento de contabilizar todas as vendas e o lucro que você obteve. O que fazer com ele dependerá de cada empresário, mas é importante planejar bem como esse dinheiro será usado.

“O ideal é sanar eventuais dívidas com juros altos. Se esse não for o caso, invista o valor em uma modernização da sua fachada ou da loja. Outra opção é comprar os seus produtos com uma condição diferenciada e pedir desconto aos seus fornecedores. Assim, você terá preços melhores e aumentará a sua margem de lucro”, conclui Zanetti.