26/03/2019 17:35:37 ACIL comemora Masterplan e promete acompanhar todas as etapas do projeto

Fonte: Assessoria ACIL (Com informações do N.Com)

 

O presidente da ACIL, Fernando Moraes, afirmou em solenidade realizada na manhã desta terça-feira (26) que a sociedade civil organizada vai acompanhar de perto todo o processo de elaboração do Masterplan, anunciado oficialmente pelo Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel) com prazo de 12 meses para ser concluído.  “Estamos muito felizes porque esta ideia sempre foi defendida com entusiasmo pelas principais entidades de Londrina. Sempre acreditamos na importância para o município ter este instrumento de organização dos desenvolvimentos urbano, econômico e social”, afirmou o líder empresarial, que agradeceu o prefeito Marcelo Belinati em sua fala.

O MasterPlan Londrina 100 Anos é um planejamento estratégico que irá conter pactos firmados entre o poder público e a sociedade civil organizada e trará ferramentas e estratégias focadas tanto no desenvolvimento econômico como no urbanismo.

O planejamento será desenvolvido para as próximas duas décadas e, além de definir metas sólidas e prazos para que essas realizações ocorram, durante a sua execução será investigado profundamente o cenário e o contexto atuais de Londrina.

A condução da elaboração do MasterPlan Londrina, com diretrizes a serem aplicadas em pequeno, médio e longo prazo, será de competência da Prefeitura de Londrina, por meio do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (CODEL), com parceria do Fórum Desenvolve Londrina e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE).

Para a elaboração do plano, o Município irá selecionar uma empresa, por meio de licitação. O edital do processo deve ser publicado até abril e está sendo finalizado pela equipe da CODEL, em conjunto com a Secretaria Municipal de Gestão Pública.

Decreto

Para isso, durante o lançamento, o prefeito assinou o Decreto nº 371, autorizando abertura de crédito suplementar, no valor de R$ 1,5 milhão, para a execução do Masterplan. O tempo previsto de elaboração é de 12 meses e haverá um Grupo de Acompanhamento e Execução da Sociedade Civil Organizada, composto pelo Fórum Desenvolve Londrina e o Núcleo de Desenvolvimento Empresarial.

“Neste arranjo que envolve governo e sociedade, a ACIL e as entidades parceiras terão uma atribuição clara, que é de a elaboração caminhe num ritmo satisfatório e que o documento seja realmente utilizado quando estiver concluído”, afirmou Moraes.

Belinati explicou que o documento traça metas que a cidade deverá seguir para se desenvolver de forma planejada, gerando emprego, renda e atraindo a instalação de indústrias. “A garantia de sua aplicação, independente do governo que estiver na Prefeitura, só vai acontecer se houver a união de toda a sociedade da cidade de Londrina, junto com o poder público. Estamos dando um primeiro grande passo, para planejar a cidade, avaliar as suas potencialidades e saber os caminhos que ela deve seguir nos próximos anos, a fim de que ela cresça com qualidade de vida”, enfatizou.

O presidente da CODEL, Bruno Ubiratan, lembrou que grandes cidades do Brasil e do mundo, como Curitiba, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Recife, já possuem ou estão elaborando o seu Masterplan. “Londrina não podia ficar de fora, pois para pensar na cidade a curto, médio e longo prazo é necessário termos este planejamento. O documento vai focar na geração de riqueza, qualidade de vida e gestão pública eficiente, apontando o potencial da cidade e os pontos que devem ser melhorados”, afirmou.

 

Plantar e colher

Em seu pronunciamento, a presidente do Fórum Desenvolve Londrina, Cláudia Romariz, disse que o Masterplan será um diferencial para a cidade. “O planejamento estratégico sempre foi uma bandeira nossa, pois sabemos que não conseguimos pensar o futuro se não planejarmos. Precisamos olhar as nossas gerações e pensar que Londrina nós queremos para 2034, o que queremos plantar hoje para colher daqui 20 anos. Nós, do Fórum Desenvolve Londrina, queremos contribuir neste processo”, frisou.

O gerente regional do SEBRAE, Fabrício Bianchi, contou que esta é uma pauta antiga do Núcleo de Desenvolvimento Empresarial, que se reúne às terças, na ACIL, para discutir as questões empresariais da cidade de Londrina. “Pensar a cidade a longo prazo, envolvendo todas as questões de infraestrutura, econômicas e sociais, junto com todas as instituições parceiras que discutem esta temática, é fundamental. Não tenho dúvidas de que este plano será um divisor de águas na história da cidade, um marco histórico para todos os setores econômicos que serão beneficiados, assim como para os cidadãos”, ressaltou.

Também estiveram presentes na solenidade de lançamento, as lideranças empresariais de todos os segmentos econômicos, o secretariado municipal, e os vereadores Eduardo Tominaga, Tio Douglas e Felipe Prochet.

Galeria de Fotos