10/09/2014 00:00:00 ACIL e Conselho do Jovem Empresário promovem debate sobre Sistema Tributário

Fonte: Assessoria ACIL

A ACIL e o Conselho do Jovem Empresário (Conjove) realizam hoje (10/9) um debate sobre a tributação e o peso dos impostos na atividade econômica do país.

Os debatedores são o diretor do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação, Othon Andrade Filho, o delegado adjunto da Receita Federal em Londrina, David de Oliveira e o especialista em Auditoria e Controladoria, Jaime Cardozo. Também participam do debate a professora universitária e presidente do Conselho Deliberativo do Instituto de Direito Tributário de Londrina, Maria de Fátima Ribeiro, e o diretor da ACIL, Claudio Tedeschi.

Vão ser discutidos temas como a complexidade do sistema de impostos brasileiro e os reflexos da carga tributária, estimada em 37% do PIB, na vida dos cidadãos e das empresas. “O objetivo é colocar de maneira bem clara e didática quais são os impostos, a carga alta e as dificuldades do empresário”, conta a conselheira do Conjove, Ariana Quelho.

O debate será às 19h no auditório da ACIL. A entrada é gratuita.

Os empresários também vão receber orientações sobre a implantação da lei que obriga a as empresas a colocarem na nota ou no cupom fiscal a informação sobre quanto do valor cobrado por cada produto é destinado ao pagamento de impostos. A lei da transparência fiscal entrou em vigor em junho de 2013 e a partir do ano que vem, o empresário que não cumprir a regra pode receber multa.

O debate é uma das ações do Feirão do Imposto que é realizado em mais de 200 cidades brasileiras. Em Londrina, o Feirão está na quarta edição.

Outra ação é a venda de gasolina sem o valor dos tributos. Os primeiros 50 motoristas que forem até o posto Cupimzão, em Cambé, a partir das 14h, vão poder colocar no tanque até 10 litros de gasolina com desconto de 32%. O índice corresponde ao peso da carga tributária sobre o produto. Em vez de pagar R$ 2,92, o motorista vai desembolsar R$ 1,99 pelo litro da gasolina. A iniciativa é patrocinada pelo estabelecimento. O posto fica no Km 83, da PR-445.
 

O feirão também promove o Movimento Brasil Eficiente, que exige a redução do número de tributos estaduais e federais para quatro – atualmente são mais de 50 -, eficiência na admnistração dos recursos arrecadados, investimento em infraestrutura e redução gradativa da carga tributária para 30% do PIB. Em Londrina, o Conjove espera coletar pelo menos 5 mil assinaturas até o fim do ano em apoio ao movimento.