23/03/2016 00:00:00 O desabafo de uma comerciante contra o governo federal

Quando o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso governou, o Brasil viveu um período praticamente sem inflação. Estávamos crescendo. Era só continuar administrando o País com inteligência. Mas isso não aconteceu. Depois que este partido assumiu só arrebentou com a gente. Fomos obrigados a fechar a nossa loja matriz, que já existia havia 20 anos, por causa de um aumento exorbitante no aluguel e de uma grande queda nas vendas. Meu sentimento é de grande insatisfação. Estamos de mãos atadas!

Não tem como esperar deste partido uma administração que incentive alguém a ser produtivo em qualquer área profissional. Este governo não incentiva não a produção, pelo contrário, só pensa em sugar quem paga impostos. Tornamos-nos reféns das decisões de um partido com estratégias de guerrilha, com políticos sujos que se fazem de honestos – gravações e filmagens revelam suas reais intenções.

Nestes primeiros meses de 2016 não conseguimos ter renda. O pouco que faturamos foi suficiente apenas para repor mercadorias e para arcar com as despesas fixas.

Este partido quer nos fazer escravos e eliminar a classe pensante e produtiva deste País. Já passou da hora de mudarmos de comando e de seguirmos outro rumo.”

Vastí Dias de Souza, comerciante da Avenida São Paulo que atua no ramo de calçados, no centro de Londrina