23/06/2022 11:27:21 ACIL participa de missão para incentivar a exportação de produtos paranaenses para os EUA

Fonte: Assessoria ACIL

A presidente Marcia Manfrin, da ACIL, está na Flórida, nos Estados Unidos, participando de uma missão especial para conhecer e prospectar a possibilidade de empresas londrinenses exportarem para o mercado americano. Chamada Business Experience USA, a missão é comandada por Degoncir Gonçalves, da DG4 Business, com parceria da Invest Paraná, FIEP (Federação das Indústrias do Estado do Paraná), e apoio da ACIL. Cerca de 25 empresas do Paraná foram selecionadas para serem treinadas e capacitadas, recebendo informações importantes para operacionalizar a exportação para os EUA.

Durante a semana, a missão participou de rodadas de negócios, painéis, apresentações e conheceu estruturas logísticas, como transporte e armazenamento, além de conversar com supermercadistas para conhecer os processos de distribuição.

“A missão é muito importante porque há um mercado imenso a ser explorado e precisamos atrair novos compradores e novos investimentos para o Paraná e a cidade de Londrina. Precisamos difundir a cultura da exportação para alavancar o desenvolvimento. Vender para o mercado da Flórida é viável para empresas de diferentes tamanhos, mas é preciso ter conhecimento de mercado, logística, transporte e distribuição. Há um grande interesse por produtos brasileiros e nossas empresas não precisam mais se restringir ao mercado local, estadual ou nacional. Estamos vendo na prática que exportar para os Estados Unidos é uma oportunidade real, capaz de transformar a economia da nossa cidade e do nosso estado”, ressalta Marcia Manfrin. 

Para Carlos Walter, presidente da FIEP, a oportunidade que se descortina é grande para as empresas paranaenses: “Nós temos uma ponta de lança para podermos fazer negócios com os Estados Unidos e, a partir desta missão, implantar uma base de negócios aqui para a indústria do Paraná. Isso é muito importante e nós da FIEP estamos firmes e fortes neste sentido”.

Com mais de 20 anos de experiência no mercado internacional, Degoncir Gonçalves já negociou com Japão, China, Canadá e trabalhou para que a Apple entrasse no Brasil. À frente da missão, Degoncir elogia o profissionalismo com que os brasileiros estão encarando o compromisso: “O grupo que está aqui é extremamente dedicado. Nós entendemos que a diversidade da indústria do Paraná é muito grande. Uma das grandes vocações industriais é justamente o alimento paranaense. A gente entende que o público americano está realmente buscando alternativas para sair da dependência da China. É o momento certo para fazer as grandes relações acontecerem e gerar negócios”, destacou.  

Cônsul geral adjunto do Brasil em Miami, Cristiano Berbert recebeu os empresários paranaenses e elogiou a iniciativa: “É muito importante vir à Flórida. O empresário brasileiro tem que sentir que aqui há um grande interesse pelos produtos brasileiros. Nós, do Consulado, estamos aqui para ajudar, para apoiar e para colocar os nossos recursos à disposição dos empresários brasileiros para aumentar as exportações, aumentar os investimentos dos Estados Unidos no Brasil, gerar mais negócios e fortalecer o relacionamento bilateral”.

O grupo também já se reuniu com a National Supermarkets Florida Members, que representa hoje mais de 5 mil supermercados. Outro encontro importante foi com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex). A missão também visitou a J.D. Brokers & Forwarding para conhecer a infraestrutura de transporte, armazenagem e distribuição.

“A primeira dificuldade que eu observo nas empresas que querem se internacionalizar é conseguir um companheiro que possa assessorá-las em pontos muito importantes, como o transporte internacional, o requerimento aduaneiro de seus produtos, o armazenamento e a distribuição até o cliente final. Sem apoio logístico, sem experiência, infraestrutura e conhecimento da operação, é muito complicado competir. Temos 25 anos de experiência no mercado norte-americano, podemos dar uma assessoria integral para toda a operação”, destacou Orlando Vasquez, gerente de desenvolvimento de negócios da J.D. Brokers & Forwarding.

Um dos principais incentivadores da missão, Eduardo Bekin, presidente da Invest Paraná, lembra que o momento é ideal para quem deseja exportar para a Flórida: “Tivemos uma aula do que é o mercado americano, seja do lado político, com o Consulado Brasileiro em Miami, seja do lado das pessoas que tocam os negócios nos Estados Unidos e contam como é que ocorrem as vendas e a distribuição. Acho que o paranaense está aprendendo a fazer negócios fora de casa. Não dá para esquecer que os Estados Unidos vivem um período de inflação e desabastecimento. A Flórida tem o Brasil como o primeiro parceiro comercial, o segundo é a China. Então, aqui, o Brasil é referência”, destacou Bekin.