26/11/2014 00:00:00 Aeroporto de Londrina acumula 10% mais passageiros até outubro

Fonte: Folha de Londrina

O número de passageiros que aterrissaram ou decolaram do Aeroporto Governador José Richa, em Londrina, fechou em 99,1 mil em outubro, número 2,7% maior do que os 96,5 mil do mesmo mês em 2013. Apesar do crescimento, a variação foi menor do que a acumulada de janeiro a outubro, que já chega a 10,7%. Foram 943 mil viajantes no local neste ano ante os 851,4 mil do mesmo período do ano passado, conforme balanço mensal da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). 

O superintendente da estatal em Londrina, Marco Pio, afirma que as companhias aéreas têm ganhado terreno em relação às de transporte terrestre, porque as viagens são mais cômodas e rápidas e os preços têm valores cada vez mais parecidos. "A economia continua favorável, as passagens às vezes são até mais baratas e o modal aéreo se consolidou", diz. 

Na comparação com a média nacional, o aumento acumulado no ano em Londrina é bastante superior. Foram 66,4 milhões de passagens vendidas até outubro no País, alta de 4,0%, de acordo com dados divulgados ontem pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), que representa as quatro principais companhias nacionais (Avianca, Azul, Gol e Tam). 

Mantida a variação próxima à atual, o aeroporto londrinense deve bater o recorde de passageiros de 2012, quando 1,098 milhão de pessoas passaram pelo local. A marca de 1 milhão foi ultrapassada no último dia 20 e a previsão para 2014 é de 1,170 milhão, diz Pio. 

Ampliação

O superintendente da Infraero lembra que o aeroporto está em obras e que, mesmo com capacidade atual para receber até 2,6 milhões ao ano, poderá contar a partir de março do ano que vem com saguão e terminal de embarque adicionais, com 1,2 mil metros quadrados a mais, o que vai ampliar essa capacidade. Também foi iniciada ontem a ampliação do prédio de navegação aérea e administrativa, para receber o sistema de controle de aproximação. "Isso vai aumentar a segurança, porque se conseguirá visualizar no radar onde está a aeronave. Hoje é por rádio, mas esse sistema recebe um número limitado de aeronaves e, com o sistema por radar, será possível aumentar o número", explica Pio. 

Sobre a implantação do ILS, sistema de aterrissagem por instrumentos, ele lembra que ainda falta concluir o processo de desapropriação de terrenos no entorno, para ampliação da pista do aeroporto. Porém, diz que o termo de referência para o projeto já está pronto. 

No País

O número de passageiros em aeroportos nacionais fechou outubro em 7,3 milhões, alta de 6,7% sobre o mesmo mês do ano passado. Consultor técnico da Abear, Maurício Emboaba Moreira afirma que a expansão maior do que a do acumulado do ano é resultado de estratégias de comunicação das empresas aéreas, para atrair clientes em busca de destinos de lazer. "São compras que foram feitas nos últimos dois meses e que aparecem agora." 

Moreira diz que a ação visa evitar perdas devido à menor demanda por parte de passageiros em viagens de negócios. "Esse crescimento em outubro foi até inesperado, porque a economia nacional está devagar e o número de passageiros, aumentando", cita, ao prever alta de 5,5% no setor nacional neste ano sobre 2013. 

Outra medida tomada pelas empresas foi preencher melhor os voos antes de abrir novos. "Há um conservadorismo nas empresas aéreas em relação à oferta, ainda que tenha aumentado 2,6% em outubro", diz o consultor da Abear. No mesmo mês, a demanda aumentou 6,4%.