30/10/2014 00:00:00 Árvore de Natal de 25 metros será substituída por iluminação

Fonte: JL

Desde 2009, a população de Londrina se acostumou a participar do Natal do Amor, que levava apresentações natalinas à Praça Tomi Nakagawa, no Centro. Neste ano, no entanto, o dinheiro que seria gasto na montagem da árvore de Natal de 25 metros de altura e na programação cultural será destinado à iluminação especial no calçadão e nas praças da região central. A informação é de Prefeitura.

O Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel) vai licitar o serviço, em vez de firmar convênio com entidades como a Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil) e o Londrina Convention & Visitors Bureau. A Secretaria Municipal de Cultura será responsável pela parte cultural, com apresentações via Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic). Já na parte comercial, a Acil e o Sindicato do Comércio Varejista (Sincoval) lançam a campanha LondriNatal 2014 no próximo dia 4, em jantar com associados.

Segundo o presidente da Codel, Bruno Veronesi, a administração decidiu mudar e focar a decoração de Natal na rua símbolo do comércio de Londrina e nas praças dos arredores. “As atrações artísticas acontecerão na Praça da Bandeira [Praça Marechal Floriano Peixoto]. Será uma coisa menor porque o Município não tem a mesma agilidade de uma entidade privada, mas será interessante”, adianta. A ideia, segundo ele, não é concentrar as pessoas num local, como ocorreu até o ano passado, mas fazê-las transitar por vários espaços.

O diretor de Turismo da Codel, Altemir Lopes, afirma que a documentação para a licitação é estudada na Procuradoria Geral do Município e que deve ser liberada ainda nesta semana. “A partir daí, abrimos a licitação e até 1º de dezembro devemos estar com a decoração pronta”, explica. De acordo com ele, o tempo é suficiente, porque a iluminação não é trabalhosa como a montagem da árvore gigante. “Era preciso guindaste especial e isso era caro e trabalhoso.”

O projeto

O novo projeto prevê a iluminação especial de 107 postes do calçadão, o que vai formar um corredor iluminado para os pedestres. “E isso é bem rápido de ser feito”, garante Lopes. Um dos principais motivos da mudança de planos para o fim do ano, segundo ele, foi o fato de ter ocorrido problemas com gangues na Praça Tomi Nakagawa em 2013. “Temos de ser racionais no uso dos recursos. A Polícia Militar já reforça o policiamento do calçadão, nesta época. Não vamos precisar deslocar um contingente maior para outro local.”

O presidente do Londrina Convention & Visitors Bureau, Arnaldo Falanca, a entidade se retirou da organização do evento porque, neste ano, quer mudar de foco também. “Vamos nos concentrar em captar eventos e congressos para Londrina, atraindo o turista para cá, o que é nossa principal vocação. O turismo interno não está mais entre nossas prioridades. A Codel é perfeitamente capacitada para fazê-lo. O Convention não é um órgão para tirar do papel eventos como o Natal do Amor”, justifica.