28/09/2015 00:00:00 G7 coleta assinaturas contra corrupção no Calçadão

Fonte: Assessoria ACIL

O G7 (Grupo de Defesa Econômica de Londrina) iniciou nesta segunda-feira (28 de setembro) um posto de coleta de assinaturas para a campanha 10 Medidas Contra a Corrupção, promovida pelo Ministério Público Federal. A tenda funcionará até o dia 10 de outubro no Calçadão de Londrina, entre a Avenida São Paulo e a Rua João Cândido, ao lado da Pedra da Moralidade.

A escolha do local tem um forte simbolismo: a Pedra da Moralidade – rocha de uma tonelada – foi colocada ali para homenagear a coragem e a força da sociedade civil londrinense durante o escândalo AMA-Comurb, que levou à cassação do ex-prefeito Antonio Belinati, em junho de 2000.

O G7 é composto pelas maiores entidades do setor empresarial em Londrina: ACIL, Sociedade Rural, Sinduscon, Sincoval, Sindimetal, Sescap e Secovi. Em reunião com representantes do Ministério Público, no dia 16 de setembro, os representantes do G7 decidiram apoiar o esforço para a coleta de assinaturas em prol das 10 Medidas Contra a Corrupção. Formuladas pelo MPF, as dez propostas preveem penas mais severas, devolução de dinheiro desviado e um sistema de Justiça mais eficiente.


A campanha do MPF tem por objetivo colher 1,5 milhão de assinaturas em todo o País e enviar as propostas ao Congresso Nacional como projeto de iniciativa popular, da mesma maneira que foi feito com a Lei da Ficha Limpa. É importante ressaltar que a adesão à campanha não é feita com assinaturas eletrônicas, mas apenas assinaturas físicas. É preciso também informar nome completo, RG, CPF e nome da mãe.

As propostas contra a corrupção se inspiraram no exemplo da Operação Lava Jato. “Assinar as 10 Medidas é uma forma de aplaudir o importante trabalho realizado pelo juiz Sérgio Moro e sua equipe”, diz o presidente da ACIL, Valter Luiz Orsi. “Unidos, vamos vencer a corrupção em todos os níveis, como vencemos a corrupção na Prefeitura de Londrina.”

● Para saber mais sobre as propostas do MPF: www.10medidas.mpf.mp.br