11/08/2014 00:00:00 Clipping ACIL - 11 de agosto

Bom dia, amigos. Esperamos que todos tenham passado um excelente Dia dos Pais, com direito a Superlua no céu. A nova classe média, estrela do consumo nos últimos anos, pisou no freio para fazer as contas. As universidades locais estão desenvolvendo soluções para problemas que afligem a cidade – inclusive as pombas. E os cursos técnicos estão formando cada vez mais gente para o mercado de trabalho. Uma ótima semana a todos! Antes das notícias, uma frase de Thomas Sowell, brilhante pensador norte-americano e especialista em desfazer os autoenganos contemporâneos.


FRASE DO DIA
“Um dos tristes sinais do nosso tempo é que temos demonizado os que produzem, subsidiado os que se recusam a produzir e canonizado os que reclamam.”

(Thomas Sowell, economista americano)
 

Conheça os produtos e serviços da ACIL em nosso site: www.acil.com.br

 

CLASSE MÉDIA PISA NO FREIO
Pela primeira vez em cinco anos, a chamada nova classe média deixou de ser o principal responsável pelo crescimento de vendas de produtos de consumo rápido. Classes A e B responderam por 60,9% na expansão das vendas de alimentos, bebidas, produtos de higiene e limpeza. A classe C colaborou com 33,8%. Pelo visto, as pessoas estão parando para reorganizar seus orçamentos.


SOLUÇÕES PARA A CIDADE
O Jornal de Londrina trouxe este domingo uma interessante reportagem de capa enfocando os projetos de estudantes e professores universitários locais para melhorias na cidade. Na UTFPR, Unifil e outras instituições, há projetos acadêmicos com ideias que podem ajudar na solução de problemas da comunidade, tais como a superpopulação de pombas, a reciclagem do lixo urbano e a conservação de mananciais.

“MALAS E MALAS DE DINHEIRO”
Meire Poza, contadora do doleiro Alberto Youssef, decide contar tudo sobre o esquema de lavagem de dinheiro que, segundo ela, beneficiava principalmente prefeituras do PT e de partidos aliados do governo federal.


CURSOS TÉCNICOS
Implantado pelo governo federal em 2011, o Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego) já qualificou 2,4 mil pessoas em Londrina nos últimos trê anos. Há outros 4,8 mil alunos matriculados e 3,5 mil poderão se inscrever, a partir de hoje em cursos técnicos. Sistema S é responsável pelo sucesso do programa. “Ter um curso técnico ajuda muito. Dá uma boa autonomia e bom conhecimento para a carreira”, diz Mayara Vieira Moraes, 17 anos, aluna do curso de Técnico em Automação Industrial oferecido pelo Senai Londrina.


GUARDA MUNICIPAL
Em carta ao prefeito Alexandre Kireeff, os guardas municipais de Londrina pedem medidas e ações relacionadas à Secretaria de Defesa Social. Segundo a liderança do movimento, o foco não é a saída do secretário da pasta, coronel Rubens Guimarães, mas o atendimento das seguintes reivindicações: 1) Transparência e confiança no comando; 2)Porte e uso de armamento letal e menos letal; 3) Comunicação e implantação do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (CIOSP); 4) Manutenção das viaturas; 5) Salários e PCCS; e 6) Mais equipamentos, veículos e estrutura.

TRIBUNAL DE CONTAS
O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Valdir Rossoni, decide hoje se colocará em tramitação projeto que altera a lei orgânica do Tribunal de Contas do Paraná. Proposta que limitaria os poderes do TC é defendida por prefeitos. Fiscalização sobre órgãos estaduais e municipais seria reduzida.

ADVOGADOS COM ORGULHO
Hoje, 11 de agosto, é o dia em que foram criados os primeiros cursos de Direito no Brasil. O presidente da OAB Londrina, Artur Piancastelli, fala sobre os desafios dos advogados, em artigo publicado pela Folha de Londrina.

 

LEIS QUE INDUZEM A ERROS
O caso do City Shopping continua provocando manifestações dos leitores de jornais locais. Veja carta publicada hoje pelo JL:
“Lendo a carta do sr. Heitor Garcia Bonilha [04/08] pude entender o descaso com que os cidadãos de Londrina estão sendo tratados. Leis desatualizadas, dúbias, estão induzindo funcionários públicos, engenheiros e empresários a erro. É inconcebível que uma cidade que se diz a terceira do sul do País ainda tenha sistemas precários e falhos. Fiquei sabendo que em 2012, ano em que aconteceu a obra do City Shopping, a nossa cidade ficou por dez meses sem o Conselho Municipal da Cidade (CMC), que é o conselho que aprova o EIV e que sem a aprovação do EIV não se obtém o alvará de construção. Reflito: será que durante quase um ano não se construiu e nem se aprovou nada em Londrina? Precisamos colocar um ponto final nisso tudo e encontrar soluções para que cidadãos que acreditam, investem e trabalham por Londrina não sejam tratados como vilões.”
Márcio Rogério Oliva, administrador de empresa

 

Nova classe média pisa no freio
http://www.folhaweb.com.br/?id_folha=2-1--1168-20140811&tit=classe+c+reduz+ritmo+de+vendas+no+brasil


 

Pronatec forma qualifica 2,4 mil pessoas em Londrina
http://www.jornaldelondrina.com.br/cidades/conteudo.phtml?tl=1&id=1490216&tit=Em-dois-anos,-Pronatec-qualifica-2,4-mil-pessoas-em-Londrina


 

“Eram malas e malas de dinheiro”, diz contadora de Alberto Youssef
http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/a-contadora-de-alberto-yousseff-conta-tudo-a-revista-veja-prefeituras-do-pt-eram-a-grande-fonte-do-doleiro/


 

Guardas municipais apresentam lista de reivindicações ao prefeito
http://www.jornaldelondrina.com.br/cidades/conteudo.phtml?tl=1&id=1490221&tit=Em-carta,-guardas-municipais-pedem-mais-veiculos,-armas-e-transparencia


 

Universidades pensam soluções para a cidade
http://www.jornaldelondrina.com.br/cidades/conteudo.phtml?tl=1&id=1489807&tit=De-lixo-a-pombos,-universidades-desafiam-estudantes-a-pensar-a-cidade

Projeto reduz poderes do Tribunal de Contas do Paraná
http://www.gazetadopovo.com.br/vidapublica/conteudo.phtml?tl=1&id=1490259&tit=Defendida-por-prefeitos,-lei-que-limita-poder-do-TC-beneficiaria-o-governo

Advogados, com muito orgulho! – Artigo de Artur Piancastelli
http://www.folhaweb.com.br/?id_folha=2-1--1113-20140811&tit=advogados+com+muito+orgulho