30/04/2015 00:00:00 Clipping ACIL - Tempo de homens partidos

Bom dia, amigos. Alguém disse certa vez que nada acontece na vida política sem que tenha acontecido antes na literatura. Diante dos lamentáveis acontecimentos desta quarta-feira em Curitiba, quando a revolta se transmudou em violência, faremos hoje apenas um apanhado geral das repercussões na mídia e registraremos os comentários de três poetas: dois estrangeiros e um brasileiro. São autores que escreveram na primeira metade do século XX, mas parecem estar falando diretamente para nós. É tempo de refletir e agir em nome da nossa combalida democracia. 
Além das notícias sobre a violência no Centro Cívico, destacamos um artigo do empresário Fernando de Moraes, publicado hoje na Folha de Londrina, sobre um aspecto perturbador do cenário social brasileiro: a insegurança. Apenas neste ano, a rede Móveis Brasília foi assaltada sete vezes. Isso mesmo: sete vezes! Não dá para continuar assim. 
Que Deus esteja com todos nós.  


REFLEXÕES DO DIA
“A rodar e a rodar no giro que se alarga,
O falcão já não pode ouvir o falcoeiro.
Desagrega-se tudo; o centro não segura;
Está solta no mundo a simples anarquia;
Está solta a maré escura do sangue, e em toda parte
A cerimônia da inocência se afogou;
Falta aos melhores convicção, enquanto os piores
Estão cheios de ardor apaixonado.”
(W. B. Yeats, 1919)

“Hoje me sento num bar
Da Rua 52
Apavorado e sem rumo
Vendo a esperança expirar
Destes dez anos gatunos:
Ondas de ódio e pavor
Circulam por claras áreas
E pelas trevas da Terra
Obsedando nossas vidas;
Esta noite de setembro
O odor da morte fere-a.”
(W. H. Auden, 1939)

“Esse é tempo de partido,
tempo de homens partidos.
Em vão percorremos volumes,
viajamos e nos colorimos.
A hora pressentida esmigalha-se em pó na rua.
Os homens pedem carne. Fogo. Sapatos.
As leis não bastam. Os lírios não nascem
da lei. Meu nome é tumulto, e escreve-se
na pedra.
(...)
Calo-me, espero, decifro.
As coisas talvez melhorem.
São tão fortes as coisas!
Mas eu não sou as coisas e me revolto.
Tenho palavras em mim buscando canal,
são roucas e duras,
irritadas, enérgicas,
comprimidas há tanto tempo,
perderam o sentido, apenas querem explodir.”
(Carlos Drummond de Andrade, 1945)


O que aconteceu em Curitiba, na tarde de 29 de abril
http://www.gazetadopovo.com.br/vida-publica/base-governista-ignora-batalha-campal-e-aprova-lei-da-previdencia-d15cdzrbokqzkzwm16mya59rw

A batalha do Centro Cívico – Editorial da Gazeta do Povo
http://www.gazetadopovo.com.br/opiniao/editoriais/batalha-no-centro-civico-3zl396zvsu0r1drte9c6n4rek

Artigo do governador Beto Richa
http://www.gazetadopovo.com.br/vida-publica/radicalismo-e-violencia-0jyw34r26jz4kh9gqytj9rgsc

 

Artigo da APP-Sindicato
http://www.gazetadopovo.com.br/vida-publica/29-de-abril-e-dia-de-luto-e-dia-para-se-recordar-sempre-20yept1vzez8hclz0f85uad30

 

Richa comprometeu seu capital político, dizem especialistas
http://www.gazetadopovo.com.br/vida-publica/richa-comprometeu-capital-politicode-modo-irreversivel-dizem-analistas-6onoa4bxtib9nyiop7gbcodks

Jornal de Londrina – Matéria principal
http://www.jornaldelondrina.com.br/brasil/conteudo.phtml?tl=1&id=1537685&tit=Base-governista-ignora-batalha-campal-e-aprova-lei-da-previdencia

Jornal de Londrina - Editorial
http://www.jornaldelondrina.com.br/opiniao/bom-dia/conteudo.phtml?&id=1537673

 

Jornal de Londrina – Coluna Aparte
http://www.jornaldelondrina.com.br/opiniao/aparte/conteudo.phtml?tl=1&id=1537675&tit=Beto-Richa-conseguiu-superar-Alvaro-Dias

Site de notícias G1
http://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2015/04/professores-entram-em-confronto-com-pm-durante-votacao-na-alep.html

 

O Estado de S. Paulo
http://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,confronto-entre-pm-e-professores-no-pr-deixa-cerca-de-200-feridos,1678429

 

Folha de S. Paulo
http://www1.folha.uol.com.br/poder/2015/04/1622662-pm-do-parana-usa-balas-de-borracha-e-gas-contra-invasao-de-assembleia.shtml

Veja – Artigo de Reinaldo Azevedo: “Não existe democracia na base a intimidação, do cerco, da violência e da invasão”
http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/parana-a-democracia-a-moderacao-e-os-vandalos-ou-nao-existe-democracia-na-base-da-porrada-e-da-forca-bruta/

 

Repercussão na imprensa internacional
http://www.gazetadopovo.com.br/vida-publica/violencia-em-curitiba-e-assunto-de-jornais-internacionais-1cxznhyic9dhvr0dxijnq6x18

 

Sete vezes chega! – Artigo do diretor da ACIL Fernando de Moraes
http://www.folhaweb.com.br/?id_folha=2-1--3089-20150430&tit=sete+vez+chega