13/07/2015 00:00:00 Comerciantes aprovam novo formato da Londrina Liquida

Fonte: Jornal de Londrina


O "dilúvio" previsto para o último fim de semana não veio e quem comemorou foram os comerciantes e parceiros da Londrina Liquida, promovida pela Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil). Os lojistas e proprietários dos food trucks ouvidos pelo JL afirmam que o movimento entre quinta-feira (9) e sábado (11) foi superior ao esperado.

“A gente achou que o tempo feio iria afastar os consumidores, mas o movimento foi ótimo. Tinha muita gente comprando e vendemos cerca de 30% a mais do que em um fim de semana normal”, conta Regina Vanvo, gerente da loja Bonny localizada na Rua Pio XII, centro.

O movimento também foi acima do esperado nas lojas Bolivar. Segundo o gerente-geral, Elias Lombardi, as pessoas aproveitaram os preços promocionais, mas até mesmo os produtos que não entraram em liquidação tiveram boa saída. “A pessoa já está aqui e aproveita para comprar”, comemora.

Para Lombardi, o bom resultado das vendas é reflexo da ação da Acil e, também, da presença dos foods trucks no Calçadão de Londrina durante o evento. “O Calçadão é uma área muito carente de pontos para as pessoas fazerem suas refeições. Muita gente veio para cá para conhecer os foods trucks, mas muita gente também aproveitou a presença deles aqui para fazer as compras e se alimentar em um só lugar.”

A percepção do comerciante é confirmada por Márcio Teotônio, proprietário do Londrino Food Truck, que oferece pizzas artesanais. “Estou falando por mim, mas é uma situação que aconteceu com todos os outros. Já no primeiro dia, o volume de vendas foi muito superior ao que a gente esperava e tinha se preparado.”

Ele conta que já na quinta-feira, primeiro dia de promoção, os produtos dos foods trucks acabaram por volta das 16 horas. “Ninguém tinha feito um estoque tão grande." A boa procura se repetiu na sexta e no sábado. “Todos os dias registramos filas gigantescas. É interessante isso porque alguns dias antes do início da promoção não tínhamos certeza se conseguiríamos ir para o Calçadão, por causa da previsão de chuva, ou se nossos produtos seriam bem aceitos. A surpresa foi positiva.”

Na quinta-feira (9), um dos proprietários do Go Japanese Food, Henrique Guarezi disse à reportagem do JL que, diante da previsão de chuva intensa para o fim de semana, a única alternativa era rezar. Parece que deu certo já que a chuva registrada em Londrina nos últimos dias foi muito menor do que o previsto pelo Instituto Tecnológico Simepar.

Chuva ficou bem abaixo do previsto

A chuva que caiu no fim de semana em Londrina não chegou à metade da prevista pelo Instituto Tecnológico Simepar para o período. A previsão era que chovesse pelo menos 150 milímetros na região, mas o volume registrado pela estação do Simepar na cidade foi de 64,2 milímetros. “Consideramos que choveu bastante no período na região Norte do Paraná. No entanto, choveu mais em outras partes do estado, como no oeste e sudoeste”, destacou o meteorologista Tarcízio da Costa.

Somente na última sexta-feira (10), o volume de chuva registrado em Londrina foi de 33,8 milímetros. No sábado (11), choveu 29,6 milímetros. No domingo (12), a chuva deu uma trégua e a estação registrou apenas 0,8 milímetros. “A previsão é que o tempo continue instável ao longo da semana. O dia deve começar com sol entre nuvens, mas há previsão de chuvas e trovoadas para todas as tardes até a próxima sexta”, explicou o meteorologista.

Costa afirmou que, apesar da forte instabilidade causada por uma nova massa de ar frio que avança a partir desta segunda-feira (13) pela região Sul do Brasil, a região de Londrina deve ser menos afetada que a porção inferior do estado do Paraná. “A previsão é que ao longo do Rio Iguaçu chova tanto que as cidades à beira do rio sejam afetadas por enchentes”, alertou.