18/02/2015 00:00:00 Como identificar os pontos fortes dos seus concorrentes

Fonte: Exame

Por onde começar um plano de negócios?
Respondido por Eduardo Vilas Boas, especialista em plano de negócio

Conhecer quais são as empresas que estarão no mesmo mercado que você irá atuar e quais são as suas “armas” vai ajudar na definição do seu modelo de negócio e estratégia.

Antes de identificar os concorrentes, é preciso entender com clareza quais são as necessidades dos clientes que a empresa pretende atender. Esse é um ponto crucial para descobrir quem serão os seus concorrentes diretos e indiretos.

Por exemplo, existem diversas empresas que vendem alimentos, cada qual atendendo benefícios específicos do cliente e com mix de marketing diferente. Tanto a padaria quanto o supermercado vendem pães, mas a padaria atende a necessidade do cliente que procura praticidade e qualidade e não necessariamente preço.

Neste caso, outras padarias são concorrentes diretos e devem ser observadas com mais atenção, enquanto que o supermercado é um concorrente indireto.

Durante o exercício de entender o cliente e o posicionamento de marketing que a empresa pretende adotar o empreendedor deve identificar o que é importante para o cliente que fará parte do seu mercado-alvo. Entender o que o público-alvo valoriza será importante para identificar o que deve ser analisado mais criteriosamente nos concorrentes

Após identificar quem são os concorrentes diretos e indiretos, o empreendedor deve analisar como os concorrentes diretos são nos pontos que ele identificou como sendo os mais importantes para o seu público-alvo.

Para fazer essa comparação, o empreendedor pode buscar informações secundárias (informações divulgadas na mídia ou em relatórios de mercado sobre as empresas concorrentes e o que elas oferecem), pode buscar informações primárias com clientes (fazer uma pesquisa com pessoas que já consumiram ou que tendem a consumir aquele produto sobre a opinião que tem dos concorrentes no mercado), com fornecedores e até mesmo visitar e ter uma experiência de compra nos concorrentes diretos.

Mesmo após terminado o plano de negócios e iniciado o empreendimento é importante fazer um monitoramento sistemático dos concorrentes, que com certeza reagirão à sua entrada no mercado de alguma maneira, portanto não adianta achar que a análise dos concorrentes será feita uma única vez. É preciso também ficar atento às empresas que podem vir a ser suas concorrentes no futuro. 

A análise dos concorrentes é importante e deve ajudar o empreendedor a conhecer o mercado e a encontrar a melhor oportunidade para explorar, mas não deixe que ela coloque medo e faça diminuir a força e a vontade para empreender, mesmo em mercados cheios de concorrentes um bom empreendedor poderá achar um espaço e explorar uma oportunidade. 

Eduardo Vilas Boas é empreendedor, doutor em administração de empresas pela FEA/USP, sócio da Empreende e criador do site Empreende.vc.