15/10/2018 08:45:33 Consultas mais abrangentes, vendas mais seguras

Fonte: Por Amanda de Santa - Revista Mercado em Foco - ACIL 

Em um mercado cada vez mais competitivo, oferecer bons produtos e serviços, captar novos clientes e efetivar boas vendas têm se tornado um desafio diário. E todo esse trabalho, em vez de gerar lucro, pode render prejuízos se uma etapa importante não for cumprida antes de fechar o negócio: a análise de crédito do consumidor. É por meio de uma boa ferramenta de consulta de dados que as empresas conseguem evitar fraudes, afastar maus pagadores e reduzir o nível da temível inadimplência.

A boa notícia é que a ACIL passou a oferecer aos seus associados, a partir do segundo semestre de 2018, um novo modelo de consulta em parceria com o SPC/Serasa Experian, mais moderno, abrangente e em sintonia com as expectativas de mercado. Na versão atualizada, a ferramenta de análise de crédito trará aos empresários informações adicionais, como renda presumida, faturamento mínimo e score do consultado, seja ele pessoa física ou jurídica.

O executivo comercial da ACIL, Sandro Ricardo Moda, explica que, além de mais completo, o novo sistema oferece um melhor custo-benefício aos associados. “Nossa equipe comercial e a diretoria trabalharam para diminuir o preço da consulta. A mudança vai provocar uma redução de custos de cerca de 20% e trazer mais benefícios”, afirma. Os empresários poderão escolher entre diferentes opções de pacotes de consumo com preços variados. A migração para a nova ferramenta se dará de forma automática.

O coordenador de produtos do SPC Brasil, Michel Felix, explica que as empresas terão acesso a produtos mais completos. A modalidade de consulta antiga era restrita a um pacote de dados com composição mínima. “Ou era aquilo ou nada para fazer a análise de crédito”, diz. A partir de agora, além desse mínimo, os empresários terão a oportunidade de consultar informações adicionais, por meio dos chamados insumos opcionais. “Eles poderão selecionar esses insumos, durante a consulta, e complementar a análise de crédito”, esclarece.

Alguns exemplos de insumos adicionais para pessoa física são a consulta da renda presumida; limite de crédito sugerido; telefones adicionais; alerta de identidade; alerta de óbito; gasto estimado; índice de relacionamento com o mercado. Já para pessoa jurídica, há insumos opcionais que possibilitam a verificação do limite de crédito; faturamento presumido; gasto presumido; quadro social e administração mais completo; risco de crédito do setor. Entenda melhor no quadro ao final da matéria.

Todas essas informações adicionais vão ajudar as empresas a diferenciar os níveis de risco entre clientes para ofertar condições de crédito mais competitivas a quem apresentar menor risco. Além disso, a ferramenta possibilitará a tomada de decisões mais assertivas após análises em fontes seguras. Segundo Felix, os associados poderão montar um pacote de consulta de acordo com o perfil e as necessidades específicas do negócio. Ele afirma que cada vez mais empresas aderem a essas novas modalidades de produtos personalizados. “Temos em torno de 62 milhões de inadimplentes no Brasil. Conceder crédito está mais criterioso”, aponta.

Empresários aprovam mudanças

O custo-benefício do novo sistema oferecido pela ACIL aos seus associados atraiu a atenção da empresa Açofer, que há 33 anos trabalha com aço para construção, materiais hidráulicos e elétricos, equipamentos para combate e prevenção a incêndio, aquecedor solar, caixas d'água, linha de captação de água das chuvas e tratamento de efluentes, e distribuição de tintas em Londrina.

Segundo o gerente administrativo da Açofer, Jair Milani, o pacote ficou atrativo comparado ao sistema que a empresa já utilizava. Ele explica que comercializa produtos para pessoas física e jurídica e que a análise de crédito é feita diariamente. “Não dá para vender sem essa garantia. Mesmo com todos os cuidados que tomamos, ainda enfrentamos problemas. Não podemos ficar sem o sistema”, avalia. Milani conta que utilizava outra ferramenta de consulta, mas o pacote oferecido pela ACIL possibilitou o acesso às mesmas informações por um custo menor.

O sócio-administrador da Sul Real Serviços, Átila Porfírio dos Santos, que presta serviços na área financeira, cobrança, recuperação de crédito e antecipação de recebíveis, diz que os clientes da empresa são pessoas jurídicas e a ferramenta de análise de crédito também é usada na rotina dos negócios. Para ele, o novo sistema adotado pela ACIL passou a oferecer informações adicionais muito importantes para a tomada de decisão. “Não é só uma consulta de restrições, mas de como o cliente se relaciona com o mercado”, aponta.

Santos afirma que, para o negócio em que atua, é fundamental conhecer o histórico de pagamentos do cliente, a pontuação perante o mercado e outros dados complementares. “Já migrei para o sistema novo e tenho usado todos os dias, com muita frequência”, conta. Na avaliação do empresário, a ferramenta trará mais segurança na análise de crédito e reduzirá os riscos nas negociações. Ao mesmo tempo, segundo ele, o novo pacote de serviços ficou mais atrativo financeiramente.


Conceda crédito sem medo de fraudes

Confira alguns insumos opcionais disponíveis no novo sistema de análise de crédito oferecido pela ACIL por meio do SPC Brasil:

Para Pessoa Física (PF):

- Renda presumida

Solução que presume a renda de uma pessoa a partir de modelos preditivos, que consideram parâmetros sociodemográficos e informações cadastrais, como sexo e idade.

- Limite de crédito sugerido

Solução que serve como parâmetro para análise de crédito, oferecendo uma referência de valor mensal a ser concedido ao cliente.

- Telefones adicionais

Informações e confirmação de dados telefônicos.

- Alerta de identidade

Indica se há necessidade de verificação de documentos adicionais.

- Alerta de óbito

Previne a concessão de crédito em nome de pessoas falecidas.

- Gasto estimado

Informa uma estimativa mensal com os gastos que o indivíduo consultado tem com o pagamento de contas de consumo, como: energia elétrica, água, gás, telefonia, moradia, etc.

- Índice de relacionamento com o mercado

Informa um grau estimado de relacionamento que o indivíduo tem com o mercado, podendo ser: alto, médio, baixo ou sem relacionamento.

Para Pessoa Jurídica (PJ):

- Limite de crédito

Sugere o limite de crédito indicado ao perfil da empresa, facilitando a concessão de crédito.

- Faturamento presumido

Disponibiliza o faturamento líquido anual estimado da empresa nos últimos 12 meses, por meio de uma metodologia avançada.

- Gasto presumido

Demonstra a estimativa de gastos anuais das empresas brasileiras. É calculado com base em modelos estatísticos.

- Quadro social e administração mais completo

Apresente o CPF/CNPJ e as informações dos sócios, acionistas e administradores da empresa.

- Risco de crédito do setor

Indica a classificação de risco médio de crédito para um determinado segmento da economia.

Fonte: SPC Brasil