15/01/2018 20:16:53 Grupo Tata confirma unidade em Londrina

O empenho das principais forças da sociedade civil - incluindo a ACIL e a Agência Terra Roxa – e da Codel surtiu efeito e a Tata Consultancy Services (TCS), braço de Tecnologia da Informação do grupo indiano Tata, confirmou a instalação de um delivery center (centro de operações e de desenvolvimento) em Londrina. A empresa construirá uma estrutura no Parque Tecnológico. Até a conclusão da obra, funcionará num imóvel alugado no centro da cidade. O anúncio foi feito na tarde desta segunda-feira (15) no gabinete do prefeito Marcelo Belinati. A escolha da TCS é considerada um avanço estratégico e um grande passo para a consolidação do polo de Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC) do Norte do Estado.

Ao longo de 2017, a ACIL e a Agência Terra Roxa organizaram algumas reuniões no Palácio do Comércio para mostrar aos investidores indianos as potencialidades da região em TIC e vencer a concorrência com outros polos do segmento, como Juiz de Fora (MG) e Campo Grande. O investimento em Londrina faz parte de um audacioso plano de expansão na América Latina.

O valor do aporte não foi divulgado. Entretanto, o CFO da TCS, Bruno Rocha, informou que a companhia pretende transformar a unidade de Londrina no maior delivery center do Brasil e o maior de língua portuguesa no mundo. No início, serão contratados cerca de 80 profissionais com salário médio de R$ 5 mil e ao fim das expansões o número de empregados poderá chegar a 4 mil trabalhadores. Para que o projeto não emperre por falta de mão de obra especializada, o Senai se comprometeu a investir em capacitação para o setor. Por ora, o recrutamento já está aberto e os interessados devem acessar o seguinte endereço: https://ibegin.tcs.com/iBegin/register.

Grupo Tata

O conglomerado indiano que está aportando em Londrina, apresenta números impressionantes. São 365 mil empregados em 42 países em um grande leque de atuação, que vai desde a siderurgia, a fabricação de carros, tecidos, medicamentos e eletrônicos, passando por produção de chá e operação em hotelaria.