11/06/2015 00:00:00 Inadimplência cai nos cinco primeiros meses do ano

Fonte: Assessoria ACIL

Os dados do Serviço de Proteção ao Crédito da ACIL nos cinco primeiros meses de 2015 revelam queda média de 6,4% nos índices de inadimplência em relação ao mesmo período do ano passado. De janeiro a maio, na comparação com 2014, também caiu em média 1,05% o número de pessoas que pagaram suas dívidas e excluíram seus nomes da lista de inadimplentes do SPC ACIL.

“Embora o número de pessoas que tiveram seu nome incluído no cadastro de proteção ao crédito esteja um pouco menor, é preciso considerar que houve queda nas vendas de 2015 em relação a 2014, tornando os resultados muito semelhantes”, avalia o consultor econômico da ACIL, Marcos Rambalducci. A anomalia percebida entre os meses de fevereiro (queda de 12,18%) e março (elevação de 15,24%) quando comparados aos mesmos meses de 2014, não reflete alteração de comportamento do consumidor. “É provável que a alteração se deva a algum atraso no repasse das notificações pelos próprios varejistas”, analisa o professor Rambalducci.

De janeiro a maio, as exclusões de nome do cadastro de inadimplentes caíram em relação a 2014. Somente o mês de março mostrou um número maior de pessoas que tiveram seu nome excluído do cadastro em relação ao mesmo mês de 2014; mesmo assim, uma melhora pouco significativa, conforme mostra o quadro abaixo. Para Marcos Rambalducci, uma explicação está na percepção negativa do consumidor em relação ao futuro próximo. “As pessoas preferem manter alguma reserva financeira para o caso de vir a perder o emprego do que negociar suas dívidas atrasadas”, observa o economista.

Comparação na Movimentação do Sistema de Proteção ao Crédito entre 2014 e 2015

Mês

(1) Exclusões %

(2) Inclusões %

Janeiro

-13,47

-9,74

Fevereiro

-11,23

-12,18

Março

2,41

15,24

Abril

-5,75

-2,94

Maio

-4,06

4,38

     Fonte: Associação Comercial e Industrial de Londrina – ACIL
(1)
Valor negativo indica menor numero de consumidores que tiveram seu nome excluído do sistema de proteção ao crédito em 2015 comparado ao mesmo mês de 2014.
(2)
Valor negativo indica menor número de consumidores que tiveram seu nome incluído no sistema de proteção ao crédito em 2015 comparado ao mesmo mês de 2014.