04/05/2015 00:00:00 Londrina é a quinta cidade do país que gera mais emprego

Fonte: Exame

Com a economia cambaleante, o Brasil fechou os três primeiros meses do ano com o saldo negativo no balanço de geração de empregos
. Até março de 2015, o país perdeu mais de 50 mil postos de trabalho, segundo dados do Ministério do Trabalho divulgados recentemente. 

As cidades abordadas no levantamento foram na contramão desta tendência. Todas fecharam o primeiro trimestre com um saldo positivo na criação de novas vagas. Ao todo, cerca de 2,8 mil – de um universo de 5,6 mil municípios – abriram ao menos um posto de trabalho no período. 

No entanto, o desempenho dessas cidades ainda é tímido quando comparado aos anos anteriores. São Paulo, por exemplo, gerou mais de 48 mil vagas entre janeiro e abril de 2014. Agora, a capital paulista fechou março com um saldo positivo de 5,7 mil oportunidades profissionais. 

Em um ano, 280 mil pessoas entraram na fila do desemprego no Brasil, segundo informações do IBGE. A expectativa do governo é que o Brasil volte a gerar empregosa partir do segundo semestre do ano.

Em março, segundo dados do Caged, 19 mil vagas foram criadas no Brasil - mas o número não foi suficiente para recompor os postos fechados nos dois meses anteriores.