04/09/2014 00:00:00 Londrina reúne o futuro do esporte brasileiro nos Jogos Escolares

Fonte: JL

A medalhista olímpica de taekwondo Natália Falavigna acende a pira olímpica hoje, abrindo a etapa de 12 a 14 anos dos Jogos Escolares da Juventude em Londrina. A cerimônia de abertura começa às 17 horas, no ginásio de esportes Moringão, com a chegada das delegações e apresentações de grupos da cultura local. A abertura protocolar está marcada para às 18 horas e será conduzida pela mestre de cerimônias, a jornalista Fernanda Gentil, da Rede Globo de televisão. O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) espera um grande público no Moringão e promete uma festa espetacular, aos moldes de uma abertura olímpica. A entrada é franca, assim como nas disputas em 15 locais durante os jogos.

O evento já se consagrou como o maior celeiro de talentos para o esporte olímpico brasileiro. A partir de hoje e até o dia 13, alunos-atletas de 12 a 14 anos de idade disputam 13 modalidades olímpicas, individuais e coletivas. O evento envolve cerca de 4 mil alunos-atletas de 1.350 escolas públicas e privadas de todo o País.

“Nada melhor para a cidade do que sediar um evento deste, com as crianças começando a carreira como atleta. É também importante economicamente para Londrina, que também pode despertar, acordar para o esporte. A cidade já foi um grande centro esportivo e pode voltar a ser”, disse Natália Falavigna.

Entre as atrações previstas para a cerimônia de abertura, a gerente de Eventos do COB, Flávia Costalima, destaca a apresentação das equipes pré-infantil, infantil, juvenil e adulto de ginástica rítmica da Unopar, o grupo de taiko União para a Vitória, do Conjunto União da Vitória, e o Balezinho de Londrina.

O presidente da Fundação de Esportes de Londrina (FEL), Marcio Corrêa, destacou a importância do evento para a cidade e o legado que os Jogos Escolares da Juventude deixarão para os alunos-atletas de Londrina e de todo o País. “Tem esse retorno econômico para a cidade, com o impacto de receber mais de 6 mil pessoas”, disse ele. “É um evento importante sob todos os aspectos. O investimento total do COB nos Jogos chega a R$ 7 milhões. O retorno para a cidade é imenso. Um estudo sobre os jogos de Cuaibá (MT), em 2011, mostra um retorno de mídia em torno de R$ 10 milhões”, ressaltou Corrêa.