06/05/2015 00:00:00 Presentes para mães podem injetar R$ 61 milhões na economia de Londrina

Fonte: Assessoria ACIL

A maioria dos londrinenses distribuirá presentes no Dia das Mães, comemorado no próximo domingo (10). Os dados foram apontados em uma pesquisa realizada pela ACIL. Segundo o levantamento, 71,3% dos entrevistados vão presentear as mães com presentes no domingo. Dos entrevistados que não pretendem comprar um presente (28,7%), 47,3% justificaram o motivo pelo falecimento da mãe, 20,4% alegaram a situação financeira e 16,1% responderam não porque a mãe mora em outra cidade.

O valor em compras por consumidor ficou na média de R$ 210,59. De acordo com os dados, somente com presentes, isso significa uma projeção de injeção na economia no valor de R$ 61.721.835,31.

Ainda sobre os valores para as compras, 54,6% pretendem gastar a mesma quantia que no ano passado, 22,8% vão gastar mais que em 2014 e para 22,5% dos consumidores o gasto será inferior a 2014.

Em relação aos presentes mais procurados pelos londrinenses no comércio, a pesquisa revelou que roupas/vestuário está em primeiro lugar, com 47,6%. Em segundo lugar está o setor de perfumaria com 19,5%. E 15,2% dos entrevistados responderam que irão presentear as mães com calçados. Em seguida, o segmento de flores soma 9,1%, eletrodoméstico tem 8,2%, bijuterias, acessórios e objetos de decoração para casa contabilizam 5,2%, celular segue com 3,9% e os demais entrevistados responderam produtos variados, como relojoaria/joalheria/ótica, eletrônicos, livros e chocolates.

Sobre as formas de pagamento, 59,3% dos consumidores pretendem comprar os presentes à vista no dinheiro ou cheque. Para 18,6% dos entrevistados, a forma de pagamento será à vista no cartão de crédito, 15,2% optaram pelo parcelamento no cartão de crédito, 7,8% efetuarão o pagamento no cartão de débito, 0,9% no parcelamento em cheque e 0,4% não sabem.

Ainda sobre o parcelamento, 40% deste público dão preferência pelo parcelamento em 3 vezes, 37,1% optam pelo parcelamento em 2 vezes, 11,4% não souberam responder e o restante do público oscilou entre o parcelamento de 4, 5, 10 e 12 vezes.

Quanto aos locais preferidos para as compras, 44,2% informaram dar preferência para as lojas de rua da região Central de Londrina, 35,5% para os shoppings e 13% para lojas de ruas de bairros. Os demais entrevistados optaram por compras através da internet e outras cidades.

Para 41,8% dos entrevistados, o dia da semana preferido para a compra dos presentes é o sábado, 21,9% do público vai adquirir os presentes na sexta-feira e 12,9% preferem a quarta-feira. Os demais optaram por outros dias da semana. A grande maioria dos consumidores aprova a abertura do comércio em horário especial até as 21h na quinta (7) e sexta-feira (8), e no sábado a tarde: 77,5% responderam que as lojas abertas nesses horários facilitam no momento da compra dos presentes e 22,5% responderam que não.

Para o segundo semestre, 43,5% do público entrevistado apostam na expectativa de melhora na situação financeira particular, 32,7% acreditam que a situação financeira vai se manter igual a 2014 e 23,8% temem ser pior. No caso de piora na situação financeira particular, 98,7% consideram como responsável o atual cenário econômico do país.

Por fim, a comemoração do Dia das Mães deve ser realizada na própria residência por 92,3% dos consumidores, enquanto 7,7% pretendem festejar em outros locais, como restaurantes.

A pesquisa realizada com consumidores sobre a intenção de compra de presentes foi aplicada pela Litz - Estratégia e Marketing nos dias 3 e 4 de maio.