22/04/2016 00:00:00 Saia da cadeira!

Fonte: Fernanda Bressan - Revista Mercado em Foco - ACIL

Quanto tempo do seu dia você passa sentado? São muitas as profissões que nos “obrigam” a permanecer nessa posição por horas seguidas. Você sabia que isso pode prejudicar a sua saúde? Obesidade, diabetes, dores na coluna, varizes e doenças cardiovasculares são exemplos de males aos quais estamos sujeitos se ficarmos muito tempo assim. O corpo humano foi feito para se movimentar!

A recomendação é válida até mesmo para quem pratica atividade física regularmente, afirma o ortopedista Cesar Martins, da Uniort.e. “Ficar muito tempo sentado é um dos males do dia a dia; precisamos fazer o nosso corpo se movimentar”, ele antecipa. “Mesmo quem consegue encaixar a atividade física na rotina, mas fica muito tempo sentado durante o dia, precisa tomar pequenos cuidados ou também sentirá os efeitos desse hábito.”

De acordo com Martins, é praticamente impossível que uma pessoa consiga manter a postura correta o dia inteiro enquanto está sentada. “Isso gera uma sobrecarga na coluna, na panturrilha e nos tornozelos; os ombros também podem ficar encurtados pela má postura”, explica. Esse desequilíbrio muscular, completa o ortopedista, pode levar a lesões como a lombalgia (a conhecida dor nas costas), além de favorecer o aparecimento de alterações vasculares.

Cirurgião vascular, Rodrigo Gomes de Oliveira diz que passar muito tempo sentado – ou mesmo em pé – não é o ideal para a circulação. Quem sofre as consequências são nossas pernas. “Qualquer veia pode se tornar varicosa; as mais frequentemente afetadas, no entanto, são aquelas das pernas e pés. A sensação de pernas pesadas e cansadas pode ser causada por problemas de circulação ou outras doenças”, diz.

Ele explica que o sangue é distribuído por todo o corpo através das artérias e volta ao coração pelas veias. “Visto que o coração está em uma posição mais elevada que as pernas, o sangue nas extremidades inferiores deve ser bombeado contra a gravidade. A contração dos músculos das pernas durante o movimento funciona como uma bomba que comprime as veias e empurra o sangue para cima. Desta forma, ele sobe cada vez mais durante a contração do músculo”, explica o especialista. “Durante longos períodos de inatividade, como nos momentos em que você está em pé ou sentado na mesma posição por muito tempo, os músculos da perna não vão se contrair o suficiente para empurrar o sangue para cima. Como resultado, ele se acumula nas veias da perna, restringindo a drenagem dos tecidos.”

Claro que essa não é a única causa para a má circulação – idade avançada, obesidade e fatores genéticos também podem levar a esses problemas.

Mas não é preciso se apavorar se você permanece sentado por muito tempo. Pequenos cuidados podem reduzir esses problemas. “É importante que a pessoa se levante após uma hora sentada, faça uma pequena caminhada ou alongamento. Apenas dois minutos são suficientes para ativar a circulação. Uma dica é colocar um alerta no computador ou no celular para que você se lembre de levantar a cada hora”, orienta Cesar Martins. Levantar e andar para beber um copo d'água traz dois benefícios: ativa e hidrata o organismo.

Estar atento à ergonomia é fundamental para quem trabalha com computador. “Tem que adequar a altura da cadeira e da tela. Isso é individual e depende da estatura de cada um. Os pés precisam estar bem apoiados no chão e a tela à altura dos olhos para que a pessoa não fique olhando para baixo ou para cima”, aconselha Martins.

Rodrigo Gomes também dá dicas para aliviar os sintomas de cansaço nas pernas. “Para melhorar a circulação venosa, tire alguns minutos do dia para descansar e elevar as pernas em posição horizontal. Evite permanecer muito tempo em pé ou sentado. Mude de posição frequentemente. Se você estiver sentado por longos períodos de tempo, contraia e relaxe os músculos das pernas, gire o pé e mexa os dedos. Quando as pernas estão cansadas e doloridas, repousá-las sobre uma almofada ou travesseiro, levantadas acima do nível do coração, ajuda a aliviar o desconforto.”

Seja profissional liberal, empregado ou empregador, todos precisam estar atentos a estes cuidados para ficar longe de dores e doenças e melhorar a qualidade de vida.

Pesquisas comprovam prejuízos

Várias pesquisas foram realizadas para avaliar os prejuízos de se passar muito tempo sentado. Uma delas, publicada em 2012, foi desenvolvida na Universidade de Leicester, na Inglaterra, e reuniu dados de 18 estudos que, juntos, envolveram quase 800 mil pessoas. Resultado: a maioria passa entre 50% e 70% do tempo sentada.

Quanto mais tempo nessa posição, mais chances de desenvolver doenças. De acordo com a pesquisa, passar muitas horas assim eleva em 112% a probabilidade de ter diabetes e em 147% a chance de desenvolver doenças cardiovasculares, mesmo para quem faz atividades físicas. Isso acontece porque quando ficamos muito tempo sentados retardamos o nosso metabolismo. Os músculos ficam “adormecidos” e isso pode levar ao desenvolvimento da síndrome metabólica e, por consequência, o organismo pode começar a ter resistência insulínica, primeiro passo para desenvolver diabetes. Também reduzimos a queima calórica e o bom colesterol (HDL) e elevamos o mau colesterol (LDL) ao deixar o corpo parado.

Outro trabalho, desenvolvido nos Estados Unidos, indica que ficar mais de cinco horas na mesma posição eleva a possibilidade de infarto e de acidente vascular cerebral (AVC), mesmo que se faça exercícios físicos regularmente. O artigo foi publicado no site do American College of Cardiology.

Os australianos também estão preocupados com o problema. Pesquisa publicada em 2013 no International Journal of Behavioral Nutrition and Physical Activity mostra que permanecer sentado por mais de quatro horas por dia eleva as chances de desenvolver doenças crônicas como hipertensão, doenças cardíacas, diabetes e até câncer. Participaram do estudo 63.048 homens de meia idade. Em outro estudo realizado na Austrália, na Universidade de Queensland, ficou comprovado que reduzimos nossa expectativa de vida em 21 minutos a cada hora que permanecemos sentados.

Está sentado lendo essa matéria? Aproveite para se levantar um pouco, beba água, vá ao banheiro ou simplesmente se espreguice! Tente adotar esse hábito e viva com mais saúde e disposição.