25/07/2018 07:38:06 5 super-habilidades que você vai precisar para as profissões do futuro

Fonte: Época Negócios

O mundo do trabalho tem se transformado a uma velocidade cada vez mais intensa. Com o avanço das tecnologias, a tendência é que esse cenário se intensifique — e, com isso, teremos de lidar com muitas atividades profissionais que sequer existem ainda. Mas não se assuste: você pode começar a se preparar para isso desde já. O Institute For The Future(IFTF) mostrou, no estudo Future Skills ,divulgado pela Fast Company, cinco habilidades especiais que serão exigidas para que você permaneça relevante no mercado de trabalho do futuro, independentemente da sua área de atuação.

Marca pessoal

De acordo com as projeções da Organização das Nações Unidas (ONU), a população mundial chegará a 8,6 bilhões até 2030, o que representa um aumento de 1 bilhão de pessoas em 13 anos. Sendo assim, tornar-se conhecido em um mundo com bilhões de habitantes será um desafio e, por isso, a construção de uma marca pessoal é tão importante. 

Segundo o estudo, tudo o que você faz terá de ser feito "em culturas diferentes e em um palco global". Esse, portanto, deve ser o seu ponto de partida: um futuro que começa com quem você é e quem você quer se tornar. Esse cuidado deve ser tomado também nos endereços de e-mail e na presença nas redes sociais.

Dominar a complexidade

Um dos principais desafios do futuro, segundo o estudo, será o exercício de conectar muitos pontos de vista e histórias vindas de diversas partes do mundo. Esse nível de complexidade da informação pode beirar o caos, mas será uma oportunidade para quem tiver flexibilidade suficiente para se adaptar a esse cenário. Para o IFTF, será preciso ter imaginação e criatividade, além de “uma vontade de saber o que você não sabe”.

Colaborar com as máquinas

A quantidade de robôs com os quais nós teremos de nos relacionar só tende a crescer,  conforme a transformação digital se expande em todos os setores. Desse modo, a habilidade de se relacionar com as máquinas será bastante relevante. Elas têm uma linguagem própria e, se você quiser trabalhar com elas, será preciso aprender a estabelecer essa relação da melhor forma possível.

Saber como montar equipes que integrem humanos, robôs e bots e os fazer trabalhar em conjunto será uma tarefa comum no futuro. “Seus assistentes de inteligência artificial prometerão a você conveniência e eficiência, mas você terá de saber como tocar sua inteligência, para que eles façam mais e realizem coisas que você nunca poderia fazer antes”, afirma o estudo.

Resiliência

A perspectiva é que o futuro seja uma época de grandes riscos — desde furacões de categoria 5 até cenários políticos incontroláveis, segundo o IFTF. Além de ser uma habilidade importante para a sua vida pessoal, a resiliência também será um traço relevante no ambiente profissional. O futuro vai exigir mais do que inteligência artificial e soluções tecnológicas: será preciso ter inteligência emocional e social, empatia e estratégias claras que mostrem comprometimento com o coletivo.

Construir a sua tribo

Em um futuro com metamorfoses constantes e conceitos como crowdsourcing e gig work — ou seja, uma economia baseada em pequenos empreendedores —, será um desafio criar um grupo próprio. Para o IFTF, os profissionais terão de aprender a lidar com diferentes tipos de mercado. Construir uma rede de contatos própria será uma tarefa fundamental e abrirá caminhos para a sua carreira.