13/03/2018 08:04:59 Cativa compra Confepar

Fonte: Folha de Londrina

A Cativa (Cooperativa Agroindustrial de Londrina) comprou a Confepar. O negócio será divulgado oficialmente nesta quinta-feira (15), às 14 horas, na SRP (Sociedade Rural do Paraná), durante coletiva de imprensa com a presença do presidente da Cativa, Paulo Maciel, membros da diretoria, e do presidente da Ocepar (Organização das Cooperativas do Estado do Paraná), José Roberto Ricken.

Junto com outras quatro singulares (Colari, Copagra, Cofercatu e Coopleite), a Cativa integrava a Confepar, que é uma central de cooperativas. E, segundo disse o presidente por meio de nota divulgada à imprensa, trata-se da primeira vez que uma singular compra uma central. Maciel não concederá entrevistas até a quinta-feira. 

Na nota, ele ressalta que o negócio, cujo valor não foi revelado, está "na contramão do cenário econômico e político londrinense", no qual "grandes grupos empresariais de outros estados compram as empresas de Londrina e a gestão é levada para fora, como acontece nas áreas de educação, shopping center, material de construção e outras. A Cativa reverte essa tendência, conquistando um feito inédito". 

A nota diz também que, "nesta incorporação da Confepar, a Cativa torna-se a primeira cooperativa singular do Paraná em volume de captação de leite. São 20 milhões de litros por mês". Maciel também diz que, além de captação do leite, será feita industrialização e comercialização. 

"A Cativa tem capacidade de industrializar 2 milhões de litros de leite por dia. Atualmente 45% da capacidade industrial está sendo utilizada, cerca de 800 mil litros diários". A meta, segundo disse o presidente na nota, é realizar importantes investimentos na atividade até 2019, para que a cooperativa possa se expandir e chegar, a pelo menos, 80% da sua capacidade total. 

A Cativa ressaltou que esse crescimento vai gerar mais empregos e renda para a região: "Nossa intenção é aumentar os postos de trabalho já em 2018. Através do diálogo com nossos cooperados e junto com a diretoria da cooperativa, vamos implementar um programa para expandir nosso volume de produção e vendas. Desse modo, todos os setores econômicos crescem juntos", avaliou o presidente. 

A Confepar abrange as marcas Polly e Cativa, que têm produtos como leites UHT e pausterizado, creme de leite, iogurtes, bebidas lácteas e manteiga, entre outros. Ainda, há o braço de Produtos Corporativos Confepar, vendidos a granel e que incluem itens como ingredientes para ração animal, soros diversos, leite em pó e manteiga. Ela nasceu em 1982 como Confederação das Cooperativas Centrais Agropecuárias do Paraná e se transformou em 1986 na Confepar Agroindustrial Cooperativa Central. 

O SETOR 

Segundo a Ocepar (Organização das Cooperativas do Paraná), 24 cooperativas filiadas à entidade que atuam no setor de lácteos respondem por 47% da produção de leite industrializado do estado. Diariamente, cerca de dez mil produtores cooperados produzem 5 milhões de litros, que são destinados às unidades de recebimento do setor. Além de representar garantia de comercialização 
aos produtores, a participação das cooperativas na cadeia leiteira impulsionou um processo consistente de agregação de valor e agroindustrialização. 

Um fator fundamental para a evolução desta atividade tem sido o trabalho de assistência técnica, uma prestação de serviços que é prioridade nas cooperativas. De acordo com a organização, o foco do setor cooperativista é oferecer uma alternativa de renda e diversificação aos produtores, buscando a melhoria constante da tecnologia utilizada, genética, alimentação, higiene e boas práticas no campo e nas indústrias, para alcançar produtividade e qualidade, acessando o varejo com marcas e produtos competitivos no mercado. 

O portfólio das marcas das cooperativas tem se diversificado, incluindo bebidas lácteas, doces de leite, cremes de leite, achocolatados, leites condensados, entre outros produtos de alto valor agregado, que conquistam espaço nas gôndolas de supermercados em várias regiões do país.