29/11/2014 00:00:00 Comércio abrirá nas tardes de todos os sábados em 2015


O comércio de rua de Londrina passará a abrir nas tardes de todos os sábados do mês a partir de janeiro de 2015. Representantes dos sindicatos patronal e de funcionários entraram ontem em acordo sobre a renovação da Convenção Coletiva da categoria, que elevou em 10,2% o piso salarial, de R$ 928 para R$ 1.022. O documento deve ser assinado na segunda-feira e também garante a abertura do comércio das 9h às 22h, de segunda a sexta, a partir do dia 5 de dezembro, e nos sábados até as 18h, para as vendas de Natal. 

Demanda antiga dos empresários, a abertura de lojas de rua durante todas as tardes de sábado sempre é a principal causa de impasse na renovação da convenção dos comerciários, que se encerra em 30 de abril. O Código de Posturas do Município permite que o comércio funcione no período apenas nos dois primeiros finais de semana do mês e mesmo o terceiro sábado depende do acordo. 

A negociação deste ano, que se arrasta desde maio, precisou da intermediação do juiz da 3ª Vara do Trabalho de Londrina, Ronaldo Piazzalunga, para terminar. O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Londrina (Sincoval), Roberto Martins, entrou com ação para pedir a abertura das lojas de rua até as 22h para o Natal, com base no Código de Posturas da cidade. O magistrado preferiu tentar um acordo e chamou os representantes das categorias para uma audiência na manhã de ontem. 

Além dos reajustes, os funcionários passam a contar com pagamento de hora extra com adicional de 50% sobre o valor normal para as tardes dos dois primeiros sábados do mês e de 100% para os fins de semana restantes. Será feito revezamento no terceiro, quarto e no eventual quinto sábado de cada mês, com os trabalhadores divididos em duas equipes. Ainda, quem trabalhar nas datas receberá vale alimentação de R$ 14, segundo o diretor secretário do Sindicato dos Trabalhadores do Comércio de Londrina, Celio Villa. "O prazo para o pagamento do reajuste é 10 de dezembro retroativo a maio", afirma. 

Ficou definido ainda que as lojas abrirão normalmente no próximo dia 10, data do aniversário de Londrina, e no dia 19, Dia da Emancipação Política do Paraná, em troca do fechamento nos dias 26 de dezembro e 2 de janeiro, diz Villa. O último domingo antes do Natal, no dia 21, será compensado na segunda-feira de Carnaval e na Quarta-Feira de Cinzas. Cada trabalhador ainda receberá o pagamento de um dia a mais de serviço, no mês seguinte ao seu aniversário, em comemoração pelo Dia do Comerciário, em 30 de outubro.

Para Martins, do Sincoval, o acordo foi satisfatório. "É uma convenção boa para ambas as partes, por mais que não tenha sido possível atender a tudo o que o Sincoval ou os funcionários queriam." Martins, entretanto, criticou o sindicato de trabalhadores. "Fizemos seis propostas, sempre melhorando a anterior, mas eles rejeitavam e não faziam propostas novas. Ficam só esperando que saia dos patrões", reclama. 

Ele diz que apenas recorreu à Justiça para garantir a abertura das lojas no fim de ano. "É o melhor mês de vendas para o comerciante, mas também o melhor de comissões para os funcionários", diz o presidente do sindicato patronal.