29/05/2015 00:00:00 Conversa com o Presidente - Cidade desenvolvida, mata protegida

A recente audiência pública que discutiu a zona de amortecimento da Mata dos Godoy comprovou que todos os lados envolvidos concordam em dois pontos: 1) É preciso defender e proteger a mata; 2) É importante garantir o desenvolvimento econômico e social da cidade. Nosso desafio é atingir esses dois objetivos de maneira equilibrada, sem paixões ideológicas, dentro de um clima de diálogo e entendimento.

Não existe atividade humana sem algum tipo de impacto sobre a natureza. Da mesma forma, não existem políticas públicas sem geração de recursos econômicos ou qualidade de vida sem empregos para a população.
O futuro da Mata do Godoy depende de um consenso entre a comunidade. Precisamos manter o nosso principal patrimônio ambiental livre de ameaças externas. Mas não podemos perder de vista o foco no desenvolvimento sustentável.
Na opinião da ACIL, a questão da Mata dos Godoy não deveria ser judicializada. Respeitamos a Justiça, mas entendemos que essa questão deve ser decidida pelo conjunto da população londrinense.
O que nos deixa otimistas é ver diferentes setores da sociedade debatendo livremente esses temas que são da maior importância para o futuro. Estamos certos de que o desejo da maioria é ver Londrina com mais qualidade de vida e prosperidade. Chegaremos lá!

Até a próxima,
Valter Luiz Orsi.