05/02/2016 00:00:00 Conversa com o presidente: sinal amarelo

A proteção do patrimônio e da vida é um dos benefícios mais relevantes que o Estado democrático pode oferecer aos cidadãos. Deste bem não abrimos e não devemos abrir mão em circunstância alguma.

Neste início de ano, as autoridades divulgaram números alentadores em relação ao volume de crimes violentos em Londrina no ano passado. Houve, por exemplo, uma queda significativa no número de homicídios na comparação com 2014 - de 93 para 55. Ainda mais animador foi constatar que a queda teve relação direta com o declínio no número de delitos ligados ao tráfico de drogas ou à ação de quadrilhas.

Porém, em contraponto a este balanço positivo, o primeiro mês de 2016 não poderia ser mais preocupante, com uma onda de violência que se estende aos outros municípios da Região Metropolitana e que inclui até mesmo atentados contra policiais militares fora do horário de expediente.

É uma situação inaceitável e que merece ser colocada no topo das
prioridades do governo e da sociedade, especialmente pela perspectiva de aprofundamento da crise social com a aumento do desemprego. A hora é de ação e de demonstrar que o sistema de segurança pública é capaz de resgatar o ambiente de relativa tranquilidade que desfrutávamos no passado recente.

Até a próxima,

Valter Orsi