08/01/2020 08:51:53 Dica Empresarial: A importância do líder para uma alta performance

Fonte: Comunicação Lidere 2019 

A liderança que gera resultados e aumenta o faturamento. Esse foi o foco da palestra do empresário Matheus Góis, CEO da Hydronorth Tintas e Resinas, que encerrou a programação do Palco Liderança no Lidere 2019.  O tema, aponta apenas um caminho para a promoção de mudanças que todas as empresas precisam promover, seja no diálogo com as novas tecnologias, na gestão de processos e recursos humanos: o da liderança. “O clima e o ambiente de trabalho dependem disso e por mais incrível que pareça, 80% das barreiras culturais dentro de um negócio está nesse segmento e o pior é que 70% dos líderes acreditam que o problema não está com eles”, afirma.

A importância desta figura pode ir muito além, na opinião do empresário: “Um time de alta performance depende de liderança para ser tal. Só um líder é capaz de destravar setores que possam estar impedindo uma evolução”, diz. Para ele, o departamento de recursos humanos precisa ser estratégico para fazer diagnóstico e determinar as áreas que precisam ser desbloqueadas. “Não existe uma mudança sem o papel do líder”, afirma. “O relacionamento com a equipe é essencial”, completa.

Góis aponta cinco regras para uma boa liderança. A primeira delas estaria na capacidade de apontar caminhos para a equipe, de maneira propositiva e proativa. Depois, um bom líder tem que ter a capacidade de inspirar uma visão compartilhada e desafiar o que está estabelecido, promovendo uma quebra de paradigmas. Um líder também deve permitir que os outros membros da equipe possam agir e entender como “encorajar o coração”.  Quando a figura falta, acontece o que acaba sendo muito comum para muitas empresas: colaboradores descontentes e sem motivação, o turnover aumenta, resultados estagnados… “Só uma empresa com bons líderes consegue ter um bom ambiente de trabalho”, diz.

Na visão do empresário, um líder tem que ser honesto. “A liderança começa com credibilidade, tem que ser alguém confiável, com muita coerência na conduta, no que fala”, pontua. A visão de mundo também faz um bom líder, por proporcionar um senso de direção e preocupação quanto ao futuro da própria organização. “É preciso ser competente. Ter capacidades para fazer o que tem que ser feito e, o mais importante, ser inspirador”.