21/08/2014 00:00:00 Discurso do presidente da FIEP desagrada vereadores de Curitiba

Fonte: Gazeta do Povo

O vereador Jorge Bernardi (PDT) fez nesta quarta-feira (20) um desagravo aos vereadores e funcionários da Câmara Municipal de Curitiba. De acordo com o vereador, o Poder Legislativo do município foi ofendido pelo presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiepr), Edson Campagnolo.

De acordo com Bernardi, Campagnolo pregou o fim das câmaras municipais durante um discurso no aniversário de 70 anos da Fiepr, nesta segunda-feira (18). “Os vereadores que estavam lá disseram que ele fez um discurso perigoso, pregando o fim das câmaras municipais”, afirmou o líder do governo na Casa. “Sabemos que há problemas nas câmaras, mas jogar a culpa em homens e mulheres que se dedicam em causas públicas é um discurso fácil”, provocou Bernardi. “Esses mesmos empresários que aplaudiram o discurso, será que não são os mesmos que financiam políticos corruptos?”, concluiu o vereador.

Outro lado

O presidente da Fiepr, Edson Campagnolo, afirmou que em momento algum mencionou o fim das câmaras municipais em seu discurso. “Defendi que as funções de vereador não fossem remuneradas como salário”, explicou Campagnolo. “Sou inclusive favorável ao aumento no número de vereadores, mas eu defendo que a função seja remunerada como jeton [gratificação pela participação em reuniões de órgãos de deliberação]”, disse.

O presidente da FIEP também afirmou ter feito ponderações em relação ao Tribunal de Contas, Justiça do Trabalho, e em relação ao número de secretarias municipais, estaduais e ministérios. “Daqui a pouco está inchando demais o Estado Brasileiro e quem está pagando essa conta é o brasileiro”, argumentou.