08/04/2020 17:59:33 Em tempos de COVID-19, delivery e take away são boas alternativas

Fonte: Assessoria ACIL

Como todos sabemos, a proibição imposta aos estabelecimentos para deixarem de atender presencialmente devido à necessidade do isolamento social, recorrente da pandemia do novo coronavírus (COVID-19), pode significar, para muitos, a inviabilização de continuar o negócio.

Como medida para driblar esse cenário e manter o local de portas abertas depois dessa crise, algumas alternativas de atendimento podem ser respostas estratégicas. Entre elas, a entrega em delivery.

Para diminuir os impactos econômicos e continuar o atendimento, muitas empresas estão recorrendo a este serviço, principalmente pela sua simplicidade. O cliente entra em contato, faz seu pedido e o recebe no conforto de sua casa.

E se você nunca trabalhou com esta modalidade ou já implementou a prática e quer potencializá-la, aqui vão algumas dicas importantes:

1. Divulgue o serviço

Talvez essa seja uma das dicas mais essenciais! Não adianta nada instalar este tipo de serviço no seu negócio e seus clientes não ficarem sabendo. As redes sociais são ótimas ferramentas para isso e podem ser grandes aliadas para atrair a atenção.

2. Aposte em embalagens inteligentes

Entre os desafios da entrega delivery está a qualidade da comida que chega até o cliente. Recipientes nada eficientes podem levar a reclamações dos consumidores e, consequentemente, queda nos pedidos. Para evitar esse tipo de situação, invista em embalagens apropriadas, com compartimentos que preservem os pratos. Dê a devida atenção à apresentação, conservação e ao transporte dos pedidos.

3. Gerencie toda a operação

Contar com um sistema de gestão pode fazer toda a diferença. Além de administrar os custos e lucros do serviço, o sistema pode ajudar na criação de um cadastro de clientes e uma possível personalização do atendimento. Além da organização, isso pode fidelizar antigos e novos consumidores do seu produto.

4. Esteja inserido nos aplicativos como Ifood

A tecnologia é a grande ponte entre você e o seu cliente. Estar em aplicativos de entrega é estar em contato constante com possíveis compradores. Com poucos toques o cliente faz o pedido e paga por ele. Rápido e eficiente! Ah, e é importante que não esqueça de atualizar o cardápio.

5. Taxa de entrega

Estabeleça critérios para a taxa de entrega, como por exemplo, se o serviço será cobrado à parte da refeição ou não, e se o valor da taxa mudará de acordo com a região.

Take Away

Além do delivery, uma outra aposta para este cenário e uma possível saída para que as empresas se mantenham firmes no mercado é o take away, ou em português, “leve embora.”

A prática foi incialmente pensada para minimizar os gastos das empresas e poupar o tempo dos consumidores, e pode se encaixar perfeitamente neste momento em que estamos evitando aglomerações. O cliente entra no estabelecimento, compra e leva a comida para ser consumida em casa.

Mas para que sua implementação alcance um bom desempenho, assim como o delivery, alguns aspectos devem ser levados em consideração. Para te ajudar, listamos os principais!

1. O local deve ser funcional

O estabelecimento precisa contar com espaço prático dedicado para a produção dos alimentos, assim como um espaço acessível e funcional para a embalagem dos produtos;

2. Mantenha um bom atendimento

Mesmo que o foco não seja que os seus clientes permaneçam no estabelecimento, o atendimento recebido pelo consumidor com certeza será levado em conta. 

3. A rapidez deve estar entre as prioridades

É essencial que seu negócio seja ágil. Essa é uma das maiores propostas deste tipo de serviço. Aja com rapidez no preparo de seus produtos, mas claro, preze pela qualidade.

São tempos difíceis, mas que podem nos ensinar muito. O momento pede um novo comportamento de nós. Que possamos estar preparados para enfrentá-lo e sair ainda mais fortalecidos!

É tempo de se reinventar!

Pense em alternativas e cuide do seu negócio!

Vamos juntos!