26/04/2018 11:53:44 Indústria paranaense mantém ritmo de crescimento em março

Fonte: CBN

 

O estudo divulgado pela Federação das Indústrias do Paraná aponta para a confirmação da tendência, registrada nos últimos meses, de uma recuperação lenta da indústria do estado. Em março, o Paraná registrou um superávit de US$ 580 milhões na balança comercial, uma alta de mais de 48% em relação a fevereiro.

O economista da Fiep, Roberto Zurcher, afirma que a comparação entre os dois meses registra quase sempre uma grande diferença nos números, já que fevereiro tem menos dias úteis. Mesmo assim, segundo o economista da Federação das Indústrias, muito do resultado de março foi em função do bom desempenho nas exportações da indústria de carnes, de madeira e celulose e da automotiva.

No acumulado de janeiro a março, as exportações paranaenses somaram US$ 3,852 bilhões. Umaredução, mesmo que pequena, de 3,2% em relação ao mesmo período do ano anterior, quando chegaram a US$ 3,98 bilhões.

O estudo da Fiep mostra ainda que as exportações de produtos industrializados aumentaram em relação aos básicos. Nos três primeiros meses do ano, os básicos foram responsáveis por 47% e os industrializados por 52% do resultado final das vendas para fora do país. No primeiro trimestre do ano passado, os números eram quase que invertidos: os produtos básicos participavam com 51% e os industrializados com 48%.

Roberto Zurcher avalia que a tendência é que a economia paranaense siga tendo uma participação crescente da indústria nas exportações, apesar da força do agronegócio do estado.

Entre os setores que mais contribuíram para o resultado, estão a indústria de pasta de madeira, de madeira compensada e de fabricação de óleo de soja e milho. Mas quem surpreendeu mesmo, explica o economista, foi o setor automotivo, que cresceu mais de 200%.

Outro destaque é que entre janeiro e março desse ano, foi registrado um aumento de cerca de 10%, em relação a 2017, na produção de máquinas e equipamentos, um sinal de que a produção está sendo retomada.