23/09/2014 00:00:00 Com aporte de R$ 50 milhões, Kireeff anuncia mudança na matriz econômica de Londrina

“Não há outro caminho a não ser a industrialização. Não adianta ser idealista na hora de formular políticas públicas se não formos realistas na hora de administrar e gerar receitas para o município. Este é o ato mais importante desde que assumimos a Prefeitura. Estamos mudando a matriz econômica de Londrina.”
(Alexandre Kireeff, prefeito de Londrina)

“Joinville, Ribeirão Preto e Caxias do Sul, municípios do mesmo porte de Londrina, geram cada um R$ 350 milhões de ICMS, em média. Nós geramos R$ 130 milhões. Por isso precisamos industrializar a cidade e modernizar o nosso aeroporto.”
(Bruno Veronesi, presidente da Codel)

O prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff (PSD), anunciou na manhã desta terça-feira (23) a construção de dois novos parques industriais no Município. Os espaços serão financiados por meio de um empréstimo de R$ 50 milhões feito junto ao governo do estado. Parte da verba também será investida na obra de ampliação do aeroporto.

Os parques industriais serão instalados nas regiões norte e sul. Na zona norte, o terreno que vai receber o parque tem 1,127 milhão de metros quadrados de área e fica na Avenida Saul Elkind. O lote está atualmente em posse da Companhia de Habitação de Londrina (Cohab). Na região sul, o parque será construído às margens da Rodovia PR-445, próximo ao distrito de Irerê. A expectativa do prefeito é de que as atividades comecem em dezembro de 2016. O valor estimado do empréstimo é de R$ 20 milhões.

Diferentemente da política que vinha sendo adotada no Município, os espaços não serão doados e sim vendidos às empresas. A administração municipal vai oferecer toda a infraestrutura necessária para que as indústrias possam se instalar. “Este é um modelo de negócio moderno, dá um dinamismo diferente e torna Londrina mais competitiva”, avaliou o prefeito.

Os outros R$ 30 milhões do empréstimo serão usados na ampliação da face sul do aeroporto, inclusive com a conclusão do desvio da Avenida Salgado Filho até a Avenida das Américas. A pista para pousos e decolagens será ampliada após desapropriações na face norte. Já os espaço desapropriado na face sul será utilizado para a construção de uma pista auxiliar para manobras das aeronaves de grande porte.

Kireeff garantiu, em entrevista coletiva, que o ILS – equipamento necessário para aumentar a segurança dos voos – será finalmente instalado. Um novo terminal de embarque também será construído no aeroporto.

A utilização da verba, explicou o prefeito, ainda depende de aprovação da Câmara dos Vereadores. “Agora existe uma tramitação municipal sobre esse dinheiro. Qualquer empréstimo precisa ser aprovado pelos vereadores. Mas posso garantir que toda a parte financeira e legal do empreendimento junto ao governo já foram garantidas”, explicou o prefeito.

Fonte: Jornal de Londrina