02/06/2015 00:00:00 Manifesto – Aos 11 milhões de paranaenses

O que me preocupa não é o grito dos maus, mas o silêncio dos bons.”
(Martin Luther King)

O Paraná vive um período de graves conflitos. Além da crise política e econômica que assola o País, nosso Estado chegou a um impasse que paralisa a sociedade e põe em risco o futuro. Não estamos falando de uma categoria, de um grupo político ou de uma classe social. Não estamos falando de governo ou oposição. Não estamos falando de ricos ou pobres. Aqui nos dirigimos ao conjunto dos 11 milhões de paranaenses. A cada um de vocês que acompanha, indignado, as notícias de um Estado em conflito. A você que trabalha. A você cujo filho está sem escola. A você que ama o Paraná.

Chegou a hora de valorizar o que nos une, não o que nos separa. No atual conflito entre o governo e o funcionalismo público, todos saem perdendo. Todos estão feridos: os trabalhadores, os governantes, as instituições. Mas a principal vítima é o cidadão comum: você.

Assim como você, estamos indignados. Indignados com as notícias sobre a situação financeira do Estado. Com as altas de impostos, sem contrapartida na qualidade dos serviços públicos. Com os escândalos de corrupção como os da Receita Estadual e da Lava Jato. Com as escolas fechadas, deixando um milhão de alunos sem aula e pais preocupados com o desenvolvimento educacional de seus filhos. Com a queda de qualidade na educação, comprovada pela perda de posições no ranking do IDEB em 2014. Com a falta de entendimento entre governo e grevistas. Com as manifestações de radicalismo. Com os prejuízos à economia e à sociedade.

É preciso pôr um fim aos conflitos.

O aperto de mãos é um gesto que teve origem nas sociedades primitivas e foi herdado pela civilização contemporânea. Antigamente, as pessoas estendiam a mão para mostrar que estavam desarmadas. Chegou o momento de depor as armas e apertar as mãos. Para chegar a um entendimento, é preciso ter um gesto de grandeza, olhar nos olhos do outro e ver nele alguém como nós: um cidadão paranaense.  Só assim vamos vencer a crise e restabelecer a paz social.

Associação Comercial e Industrial de Londrina – ACIL

Clube de Engenharia e Arquitetura de Londrina – CEAL

Sindicato do Comércio Varejista de Londrina – Sincoval

Sindicato das Empresas Metalúrgicas de Londrina e Região – Sindimetal

Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis de Londrina e Região – Sescap

Sindicato da Habitação (Regional Norte) – Secovi PR

Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Norte do Paraná – Sinduscon Norte

Sociedade Rural do Paraná – SRP