19/12/2018 08:55:24 Marketing digital como ferramenta de vendas

Por Claudemir Scalone - Lidere 2018 - ACIL

 

Num mundo cada vez mais dominado pela internet e as redes sociais, o marketing digital é uma ferramenta essencial para as empresas que objetivam ampliar suas vendas. O co-fundador da Resultados Digitais e professor da Universidade Federal de Santa Catarina, André Siqueira foi uma das atrações do Palco Experience no segundo dia de palestras do LIDERE 2018 da ACIL.

Siqueira abordou o tema “Inbound Marketing: como criar uma máquina de aquisição de clientes”. A estratégia de marketing digital surgida nos Estados Unidos criou novas formas para se comunicar com o público nas redes sociais.

Siqueira afirmou que “tornar uma empresa um veículo de comunicação é uma necessidade cada vez maior”.  O objetivo é “criar um conteúdo na internet tão bom que naturalmente as pessoas cheguem até a empresa”.

Como exemplo de canais de mídia, ele citou a Endeavor Brasil, a Tastemade e o economista Ricardo Amorim (que abriu o ciclo de palestras do LIDERE 2018)  que utilizam sites para se comunicar com um público cada vez maior. “Eles souberam aproveitar que o mundo mudou”, observou.

Siqueira apontou que as empresas precisam se adaptar à internet e às mídias sociais. Outro detalhe observado por ele é quanto ao comportamento das pessoas na web: “O público abomina ser interrompido durante um filme na TV ou mesmo aguardar aqueles 5 segundos de um anúncio no youtube”, exemplifica para alertar sobre a cautela ao se trabalhar com anúncios on-line.

O co-fundador da RD reforçou que 60% da decisão de compra é tomada antes do contato com o vendedor. O cliente já pesquisou na web antes da tomada da decisão da compra. Com a audiência cada vez maior na web, Siqueira reforçou que o marketing digital pode se transformar em uma “máquina para captar clientes”.

Para tanto, é preciso atrair o público para o site da empresa com um conteúdo relevante e de qualidade. Uma maneira de conquistar o interesse do usuário é otimizar essas informações em sites de busca, como o Google. Nesse ponto, é feita uma abordagem diferenciada.

O primeiro passo é responder dúvidas dos usuários criando um formulário on-line. Com isso, será possível usar o e-mail como marketing automatizado. Somente após mapear e filtrar a clientela para apurar a capacidade de compra (local, renda e ocupação) é que os dados serão encaminhados ao setor comercial.

“Utilizando a ferramenta adequada, torna-se totalmente mensurável você descobrir quem é o seu cliente o seu cliente, entrar em contato com ele, saber exatamente qual o ponto da decisão de compra em que ele se encontra”, defendeu André Siqueira.