21/10/2014 00:00:00 Na nova bancada do Paraná, maioria é milionária


A próxima bancada paranaense na Câmara Federal terá 17 milionários legislando pelo Estado. Dos doze "novatos" que começarão mandato a partir de 2015, cinco têm patrimônio acima de R$ 1 milhão declarado à Justiça Eleitoral. 

Todo candidato precisa entregar declaração de bens ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no momento do registro da candidatura. De acordo com o banco de dados do órgão, os recém-chegados mais ricos são Evandro Roman (PSD), que tem mais de R$ 1,17 milhão; Sergio Souza (PMDB), com R$ 1,67 milhão; Ricardo Barros (PP), que declarou R$ 1,8 milhão; Toninho Wandscheer (PT), com R$ 2,4 milhões; e Valdir Rossoni (PSDB), o mais rico, com patrimônio de R$ 3,6 milhões. 

O posto de deputado mais rico permanece, entretanto, com Alfredo Kaefer (PSDB). Suas posses, de mais de R$ 108 milhões, são maiores que a dos outros 29 parlamentares juntos, num total de quase R$ 80,7 milhões. Na outra ponta fica o novato Diego Garcia (PHS), que declarou não ter bens à Justiça Eleitoral. 

A maioria dos veteranos com mais dinheiro, entretanto, têm ligação com a área ruralista, o que não se repete com os que não têm cargo por reeleição. Dilceu Sperafico (PP), que declarou mais de R$ 12 milhões – a terceira maior fortuna – lista pelo menos 24 áreas e edificações em terrenos rurais, equipamentos e investimentos agrícolas, estimados em mais de R$ 7,15 milhões. Edmar Arruda (PSC), segundo paranaense mais rico da Câmara, também tem participações na área do agronegócio, com sociedade nas empresas Brazfrango e Brazcana Industrial. 

Por outro lado, os "novatos" mais ricos têm atividades diversas. Rossoni, por exemplo, tem a maior parte de sua fortuna oriunda de imóveis urbanos e aplicações financeiras, além de participações nas empresas Brasfibra e Ecoplac, ambas do ramo de madeiras laminadas. 

O mesmo ocorre com o também hoje deputado estadual Toninho Wandscheer. Apesar de possuir partes de terrenos em Foz do Iguaçu, sua cidade natal, também tem sociedade em empresas do ramo imobiliário, atividade a qual é ligado. 

Comunicadores
Pelo menos dois deputados federais eleitos se mostram interessados em negócios da área de comunicação. Ricardo Barros, um dos cinco "novatos" milionários, é dono da rádio CBN de Maringá, sua base eleitoral. 

Já o tucano Kaefer é proprietário da RCK Comunicações, que publica os jornais O Paraná e Hoje, de Cascavel, e A Tribuna do Povo, de Umuarama.