24/04/2019 09:43:33 Nove dicas para reduzir custos nos pequenos negócios

Fonte: Pequenas Empresas & Grandes Negócios

Em tempos de crise econômica, muitos empreendimentos veem seu faturamento encolher e o lucro diminuir. Para lidar com a situação, há empresários que pensam logo em demitir, mas com um pouco de observação e estratégia é possível equilibrar as contas de outras maneiras e, ao mesmo tempo, melhorar a eficiência dos processos operacionais.

Confira algumas dicas do Sebrae Minas para ajudar a reavaliar processos e a identificar custos que podem ser reduzidos sem comprometer a eficiência do negócio:

Luz, telefone e papel: a energia pode ser reduzida com a troca de lâmpadas incandescentes por LED ou investimentos em novas formas de geração de energia renovável. Outra dica é usar a luz natural, abrindo as janelas pela manhã. Não deixe os equipamentos em stand by. Instale equipamentos de ar condicionado com tecnologia Invert. Os custos com telefone podem ser reduzidos por meio da contratação de pacotes de novos planos corporativos ou da utilização de aplicativos de internet. Já o papel pode ser impresso em frente e verso ou digitalizar e enviar documentos por aplicativos, e-mails ou nuvem.

Baixa rotatividade de estoque: procure planejar suas compras de acordo com o giro de suas vendas. A implantação de um sistema de controle de estoques pode ajudar.

Avalie seus gastos com fornecedores e bancos: analise como está a prática de negociação com seus fornecedores, reavalie contratos, renegocie. Faça um levantamento do que é gasto com tarifas bancárias, pesquise as taxas em outras instituições financeiras e renegocie.

Planeje de forma tangível: crie e estimule metas mensais, semestrais ou anuais palpáveis e que possam ser alcançadas. Realize análises e pesquisas sobre o seu negócio, comparando com outras empresas do mesmo segmento.

Excesso de controle: é preciso controlar o que é essencial para a empresa. O custo do controle não pode ser maior que a realização da atividade. Por isso, é preciso implantar processos que possam ser medidos e que tragam resultados.

Leve em consideração os custos de uma demissão ou contratação: veja se é essencial contatar novos funcionários ou se é melhor terceirizar. Em caso de demissão, levante todos os custos envolvidos e verifique se será realmente vantajoso. Considere o tempo que ficará sem o funcionário e o período de adaptação do novo contratado.

Reduza custos de logística e fretes: ao negociar a compra de uma mercadoria, leve em consideração não somente o preço do produto, mas também do seu frete, que poderá encarecer a mercadoria adquirida.

Parada para o cafezinho e água: a pausa para o cafezinho e para a água pode gerar custos desnecessários. Os copos plásticos descartáveis são muitos utilizados e uma solução criativa e ambientalmente correta é incentivar seus funcionários a utilizarem canecas individuais e personalizadas.

Regime de tributação adequado: procure seu contador ou o Sebrae e faça uma simulação nos regimes de tributação Lucro Presumido, Lucro Real ou Simples Nacional e apure a opção que resulte em uma menor carga tributária.