16/02/2012 00:00:00 novo capitulo na luta contra a muralha

Roberto Fú (PDT) não desistiu de convencer Barbosa Neto (PDT) a mudar de lado e apoiá-lo na revogação das Leis da Muralha.

O vereador defende que elas são insconstitucionais por reservarem mercado e impedirem a livre concorrência entre hipermercados e grandes lojas de material de construção.

O posicionamento de Sandra Graça, nova presidente da Comissão de Justiça da Casa, em rever uma série de pareceres anteriores animou Fú a reapresentar o projeto 161/2011.

"Estou aguardando apenas a volta de um grupo de empresários, que está de férias, para nos articularmos melhor e batalharmos pela derrubada da Muralha", explicou.

Caso obtenha mudança no parecer da Comissão de Justiça, o pedetista precisará de 10 votos para alcançar seu intento. Segundo suas palavras: "Não há muralha que resista a uma grande rocha", completou.