02/06/2015 00:00:00 Dia da liberdade dos impostos

Fonte: Jornal de Londrina

Londrina está na lista de dezenas de cidades brasileiras que participam do Dia da Liberdade de Impostos, nesta terça-feira (2). Em todo o país, como protesto, postos de combustíveis, supermercados e vários segmentos do comércio prometem vender produtos sem impostos. A iniciativa foi divulgada em todo o país pelo grupo Rede Liberdade e, em Londrina, pelo grupo Rolê Errado. O objetivo é mostrar o peso da tributação no consumo das pessoas.

Aqui na cidade, o pub John O´Groats, na Rua Paranaguá, participa do protesto com uma oferta de chopp sem tributos.

Segundo o empresário Diogo Torresan, sócio do pub, um copo de 300 ml do produto terá 50% de desconto – dependendo do Estado, os impostos podem chegar até a 62% do preço: “É para os consumidores provarem o sabor de curtir uma bebida artesanal sem ter na mesa a companhia do governo”, brinca Torresan, também formado em Economia.

“As bebidas alcoólicas estão entre os produtos mais tributados no país. E piora um pouco mais no caso das microcervejarias e nas cervejas artesanais”, diz ele. O pub vende diversos tipos de bebidas e comidas – mas a promoção sem impostos será apenas para chopp artesanal tipo lager. Vai de R$ 6 para R$ 3 o copo – limitados a dois por cliente, após às 18h. “E não é chopp aguado não: o nosso chopp artesanal é uma bebida com 100% de cereais maltados”, garante.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), todo o salário que o contribuinte recebeu este ano até o fim de maio foi para pagar impostos, taxas e contribuições devidos aos três níveis de governo. Nos cálculos do IBPT, 41,37% dos rendimentos dos brasileiros serão sugados em tributações neste ano.

“Os impostos são totalmente necessários. O protesto é pelo que pagamos, mas não recebemos de volta. O que temos são serviços públicos com qualidade sempre em queda, problemas na saúde, greves na educação, e por aí vai”, lamenta o empresário.

Cartilha mostra impostos

Uma cartilha da Federação das Indústrias do Paraná (FIEP) mostra que a taxação é maior ainda em alcóolicos da linha popular - como a cachaça, com 82%. Já o whisky, tem tributação média de 61%. A cerveja comum, 56%.

Neste link, a Fiep mostra uma tabela com os impostos de centenas de mercadorias.

Serviço:

Dia do Chopp sem Impostos: 2 de junho, no Pub John O´Groats. Rua Paranaguá, 1004. Reserva de mesas: 3344-1118