18/05/2017 08:09:22 Recorde de aberturas de empresas soma necessidade à oportunidade

Fonte: Folha de Londrina 

Curitiba – A necessidade turbinada pelo senso de oportunidade em meio a um momento de rearranjo da economia e das relações de trabalho refletiu nos números de criação de empresas em todo o País. Segundo o Indicador Serasa Experian de Nascimento de Empresas do mês de janeiro, divulgado nesta quarta (17), foram criadas 194.199 novas organizações, dentre as quais o Paraná respondeu por 12.478 (96,4% do total). 

Em todo o País, os Microempreendedores Individuais (MEIs) representam boa parte desses números. Foram 159.522 empresas que nasceram neste janeiro contra 137.301 em janeiro/2016, alta de 16,2%. No Paraná, essa tendência se confirma no acompanhamento da Junta Comercial do Paraná (Jucepar) de abertura de novas empresas que, para um universo de 12.825 novas organizações registradas em janeiro deste ano, constatou que 9.879 foram MEIs. Com dados até março, a Jucepar deu conta de que o Paraná cravou o primeiro trimestre de 2017 com um aumento de 15% no número de empresas abertas na comparação com o mesmo período de 2016. 

Em números absolutos, foram abertas 40.282 novas empresas, entre microempreendedores individuais (MEI) e registros protocolados na Jucepar, contra 35.001 negócios criados nos três primeiros meses do ano passado. "Nós interpretamos esse incremento na comparação com 2016 como parte do rearranjo pelo qual passa nossa economia e a melhora na confiança por parte do empreendedor, somada ao forte trabalho de desburocratização do processo de abertura de empresas no Estado. Nos 212 municípios onde já firmamos convênio, como Londrina, em cinco dias é possível que uma empresa de baixo risco obtenha alvará, registro na Junta e CNPJ ", aponta o presidente da Jucepar, Ardisson Akel.