11/02/2020 17:42:04 Revitalização da Rua Sergipe entra na reta final

Fonte: Dayane Albuquerque/N.COM

A Prefeitura de Londrina está finalizando a revitalização na Rua Sergipe, atendendo a uma antiga reivindicação dos comerciantes, proprietários de imóveis e da população. As obras, que iniciaram em setembro do ano passado, estão 90% concluídas, restando apenas pequenos acabamentos e ajustes. A previsão é de que os trabalhos sejam finalizados até o final de fevereiro. As melhorias vão atingir as mais de 200 lojas instaladas na Sergipe.

O secretário municipal de Obras e Pavimentação, João Verçosa, ressaltou que esta é uma obra muito importante para a cidade, pois a Rua Sergipe reúne o comércio tradicional da cidade, por onde passa um número grande de pedestres. “Essa era uma reivindicação dos comerciantes que agora está sendo atendida, e a conclusão da obra trará muitas melhorias, como na mobilidade dos pedestres nas calçadas, principalmente para os idosos, porque a rua possuía diversas irregularidades, por conta da diversidade de pavimentos, que agora foram uniformizados. As melhorias também proporcionam um embelezamento à via, com a iluminação, bancos e floreiras, o que é muito bom para a cidade, para atrair mais pessoas, inclusive de outras cidades”, apontou.

O projeto de revitalização contemplou melhorias e adequação das calçadas, mobiliário, iluminação ornamental e paisagismo. As benfeitorias foram realizadas em um trecho de 11 quadras da Rua Sergipe, compreendidas entre as avenidas Higienópolis e Jacob Bartolomeu Minatti (Leste-Oeste). A prefeitura investiu R$ 1.309.118,74 e a empresa responsável pelas obras, vencedora da Tomada de Preços nº 02/2019, é a maringaense Mondeo Construtora EIRELI.

Para garantir maior luminosidade e mais segurança aos pedestres e comerciantes, a prefeitura renovou a iluminação da rua Sergipe. Até agora foram instaladas 205 luminárias LED ao longo da via, de um total de 206, que somam uma média de 11 luminárias por quadra.

Além disso, a fim de garantir mais conforto e qualidade à circulação de pessoas pela rua, as calçadas foram padronizadas, com colocação de piso paver, tátil e guias rebaixadas para cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida. A única quadra que não sofreu alterações foi a que engloba o Museu de Arte de Londrina, por ser considerado Patrimônio Histórico.

Também foram instalados diversos bancos por quadra, com estrutura de aço e assento em madeira, e com canteiros ajardinados na parte posterior dos bancos que garantirão proteção ao cidadão que estiver sentado em relação à rua. A rua também recebeu a instalação de lixeiras, com divisão para material reciclável e para orgânico, floreias e mudas de árvores.