18/09/2015 00:00:00 Ruas do centro serão bloqueadas no Dia Mundial sem Carro

Fonte: Assessoria de Imprensa

Um trânsito mais harmônico, pacífico e seguro. "Decidir em prol do coletivo" é uma necessidade para uma mudança significativa, que reduza acidentes e o número de vítimas nas ruas da cidade. É com esse foco, de conscientização, educação e respeito que a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) lança a programação para a Semana Nacional do Trânsito: Londrina escolhe a vida! 

A imprudência é traduzida em números, todos os meses, nas estatísticas apresentadas no Placar do Trânsito da Companhia. Mesmo diante da queda de alguns registros nos comparativos entre 2014 e 2015, os óbitos ainda preocupam e exigem ações em conjunto, unindo o poder público e a sociedade para mudar esse cenário de acidentes com mortes. "Uma única vida já representa muito. Não podemos jamais nos conformar com esses números e banalizar a situação. Precisamos, sim, mudar nossa mentalidade, tanto motoristas quanto pedestres, refletindo sobre os nossos valores. Cito como exemplo os 25 atropelamentos com mortes, de janeiro a agosto - 16 pessoas tinham mais de 60 anos de idade. Sabemos que, na maioria dos casos, a travessia foi feita de forma irregular, mas a velocidade dos condutores nas vias também dificulta uma reação defensiva; o resultado é fatal", alerta Hemerson Pacheco, diretor de trânsito da CMTU. 

Para debater o assunto, a Companhia fará o lançamento da semana comemorativa, de 18 a 25 de setembro, em conjunto com universitários de instituições da cidade. Nesta sexta-feira, a partir das 19h30, alunos dos cursos de engenharia, arquitetura e urbanismo, também professores, convidados e autoridades se reunirão no auditório da UniFil para apresentação do Projeto Acadêmico de Mobilidade Urbana, com ideias desenvolvidas para melhorias no trânsito local. 

Participarão da abertura José Carlos Bruno de Oliveira, presidente da CMTU, Hemerson Pacheco, diretor de trânsito, Ignes Dequech, presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina (IPPUL), Elza Correia, vereadora (representando a Câmara Municipal) e Silvia Marques Guimarães, docente de transportes do curso de engenharia civil da UniFil. 

Dentre as ações nos próximos dias, a CMTU destaca os cursos gratuitos de capacitação para públicos diversos: motociclistas, com um caminhão personalizado e exclusivo da Honda (motor-home), popular em eventos nacionais. As vagas são limitadas: até 350 participantes nas aulas teóricas e até 60 pessoas no curso prático. Também os eventos de empreendedorismo, atendimento ao público e direção defensiva para taxistas, mototaxistas, motofretistas, profissionais do transporte coletivo e motoristas de vans. E ainda, o Dia Mundial sem Carro, na terça-feira (22), com o fechamento das ruas no entorno da Catedral: alamedas Miguel Blasi, Manoel Ribas, travessas Padre Eugênio Herter e Padre Bernardo Greis.

A linha Centro Livre será o único veículo a circular nessa região, para atendimento ao público. Vale lembrar da necessidade do uso da carteirinha do transporte coletivo, exceto para os idosos, Guarda Municipal, Polícia Militar e funcionários dos Correios, devidamente uniformizados e identificados, os quais embarcam pela porta de trás. 

Haverá uma "praça de alimentação" na Praça da Bandeira: pizza, pastel, hambúrguer, cupcake, brownie e carolinas, além de outras delícias, com horário de funcionamento das 8h às 21 horas. "Nosso objetivo é promover essa experiência, favorecendo a mobilidade urbana, para despertar a população sobre o assunto. Aliado a isso, buscamos o apoio da ACIL para atrativos no comércio. A ideia dos food trucks é estimular a visitação no local e comércio de rua do centro. Vale a pena conferir!", convida Carlos Eduardo Ribeiro, coordenador de educação no trânsito da CMTU.