27/02/2015 00:00:00 Senai em Londrina forma novos profissionais para a indústria

Fonte: Senai Londrina

O Senai em Londrina lança ao mercado de trabalho da região, mais de 400 novos profissionais técnicos. Realizada em dois dias (24 e 25), a formatura reuniu no Teatro Marista da cidade, formandos, familiares, empresários e autoridades.

Os 476 formandos foram alunos de 28 turmas de cursos técnicos e de aprendizagem, em áreas como Vestuário, Automação, Segurança do Trabalho e Biotecnologia, entre outras.

Matheus Camilo, formando do curso técnico em Segurança do Trabalho e orador no evento, agradeceu a oportunidade e a confiança que professores, colegas e familiares depositaram nele. Destacou ainda a importância dos ensinamentos transmitidos pela equipe de Educação Profissional do Senai em Londrina.

1.160 alunos em 2014

A formatura desta semana completa o número de 1.160 alunos que concluíram os cursos relativos ao ano de 2014 na cidade: 936 deles nos cursos técnicos e 224 na aprendizagem, em um total de 52 turmas.

Almir Gaspar Schenfeld, gerente da Unidade do Senai em Londrina, destaca que os formandos são os profissionais capacitados do futuro. “Embora nesse momento a economia do país esteja atravessando momentos críticos e causem preocupação nos setores que propulsionam o crescimento e o fortalecimento das profissões, é preciso sair da zona de conforto e superar as barreiras que nos amedrontam, mas que também nos amadurecem”, diz.

De acordo com Kátia Gomes, secretária municipal do Trabalho, Emprego e Renda e também secretária municipal de Recursos Humanos de Londrina, que esteve representando o prefeito Alexandre Kireeff na solenidade, o mercado precisa de técnicos e os estudantes da organização fazem a diferença. “O Senai forma ótimos profissionais e eles não têm grande dificuldade para entrar no mercado de trabalho. Mas digo que é necessário aprender sempre, pois quem faz a diferença na empresa são as pessoas que galgam o crescer e não se limitam a aprender até aqui. Querem crescer e se desenvolver sempre mais”, finaliza.