19/03/2015 00:00:00 Consumidor desconhece endividamento

Fonte: G1

Estudo do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pelo portal de Educação Financeira Meu Bolso Feliz indica que 73% dos consumidores têm uma noção errada sobre o que é estar endividado. De acordo com o levantamento, apenas 28% dos consumidores dizem estar endividados no momento.

Para 52% dos consumidores, estar endividado significa ter contas atrasadas; para 21%, é ter o nome registrado em entidades de proteção ao crédito. Segundo a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, uma pessoa considerada endividada é aquela que tem parcelas a vencer, de compras que foram divididas ou de empréstimos feitos.

"Quando estas parcelas ficam pendentes por conta de atraso, a pessoa passa de endividada para inadimplente, esteja o nome registrado em serviços de devedores em atraso ou não", diz a economista, em nota.

Quanto a atraso no pagamento das contas, durante 2014, 41% dos entrevistados admitiram ter atrasado ao menos uma conta. Entre aqueles que conseguiram quitar a dívida, 75% afirmam ter feito em até um mês - esse número passa para 82% no caso do cheque especial e 58% no caso de empréstimos.

De acordo com o levantamento, houve um aumento médio de 69% entre o valor inicial e o final da dívida, depois de dois anos, após a cobrança de multas e juros pelos credores.

Entre os consumidores entrevistados que ficaram negativados em 2014, 54% já conseguiu limpar o nome e 53% já tinha estado com o nome sujo anteriormente. A principal medida adotada para sair dessa situação foi a tentativa de negociar com as empresas para quais os consumidores estão devendo, segundo o estudo.

Foram ouvidos 662 consumidores acima de 18 anos, de ambos os sexos e de todas as classes sociais nas 27 capitais. A margem de erro é de 3,7 pontos percentuais com margem de confiança de 95%.