13/09/2017 08:17:32 Última chamada para o mundo digital

Por Susan Naime

Imagine a seguinte situação: você leva o seu carro para fazer revisão na concessionária. Ele volta, aparentemente, impecável. Quando vai dirigi-lo e precisa trocar a marcha (o veículo não é automático), você se dá conta de que o pedal da embreagem não está lá. Obviamente o carro não sairá do lugar e você vai precisar encontrar outra forma de chegar ao seu destino, certamente não tão eficaz.

É mais ou menos isso que acontece com as empresas que ainda não apostam nas mídias sociais como estratégias para suas marcas. Em um mundo tão competitivo e dinâmico, com consumidores cada vez mais informados e onde milhares de pessoas são impactadas por milhões de marcas o tempo inteiro, algumas peças se tornam essenciais para garantir o bom funcionamento do negócio.

Se você ainda não está convencido, alguns dados podem fazê-lo mudar de ideia. Mais da metade do mundo usa smarthphone; 58% dos brasileiros pesquisam produtos na internet; 60 milhões de brasileiros já compraram pela internet e 60 milhões de empresas estão no Facebook. As estatísticas foram apresentadas pelo consultor de Marketing Digital, Victor Lymberopoulos.

Depois de concluir que fazer parte das mídias sociais não é mais uma opção de escolha e, sim, uma necessidade para as empresas que querem conquistar e se relacionar bem com seu público, a pergunta de grande parte dos empresários é: de que forma fazer isso?

Antes de tudo é importante esclarecer que mídia social não é um canal para vender, mas para se relacionar, se comunicar e criar uma aproximação do cliente com a marca. “Quem sabe disso e faz isso, certamente poderá gerar boas vendas. A venda é uma consequência. Mas esse relacionamento e essa comunicação também precisam ter um objetivo muito claro, que é o posicionamento da marca”, explica Victor Lymberopoulos, que já atendeu a gestão de mídias sociais para as gigantes Cervejaria Devassa, Portal Sonora Terra e Papel Higiênico Neve.

Outro passo importante é entender quem é o público da sua empresa, o que ele faz, do que gosta e quando está nas redes sociais. “Para encontrar o público é preciso estudar, fazer testes, publicar, analisar quem interage. Não tem fórmula mágica, tem que testar para fazer acontecer”, ressalta o consultor. “Mídia social é algo muito presente na vida das pessoas, e por isso empresas confundem que a gestão de um perfil pessoal pode ser semelhante à gestão de uma Company Page, por exemplo, o que é muito diferente. Temos sempre que lembrar que marcas demoram anos para serem construídas e minutos para serem arruinadas, dependendo da sua postura e comportamento diante do público”, alerta.

VAI FALAR O QUE?

Quando navega pelas redes sociais, o consumidor não busca somente um serviço de qualidade palpável, mas também uma representação de seus ideais. É por isso que nesse ambiente o correto é utilizar o Princípio de Pareto, também conhecido como a Regra do 80-20. Na prática, isso significa que 80% do conteúdo publicado pelas empresas não deveriam estar relacionados à venda de sua marca. Caberia aos 20% restantes desse conteúdo a comercialização de serviços e produtos. Então, se você anda publicando apenas informações comerciais sobre sua empresa é hora de repensar.

Aposte em imagens e frases inspiradoras, use GIFs criativos e que transmitam mensagens úteis, fotos com o consumidor, o processo de fabricação do seu produto, ofereça conteúdos que levem ao engajamento. E não se esqueça de criar estratégias inteligentes e criativas na hora de divulgar informações sobre seu produto.

“Na internet não há muito espaço de sucesso para aquelas marcas que apenas querem se vender a qualquer custo. Uma marca que souber aliar esse conteúdo inteligente e de qualidade às informações do seu produto e serviço, certamente terá melhores resultados. Esse é mais um movimento cíclico. Você pensa, cria, publica, analisa o que deu certo, o que foi positivo usa de novo e o que não deu certo joga fora”, pontua Lymberopoulos.

QUAL É SUA FREQUÊNCIA?

Uma das perguntas mais frequentes de quem utiliza as mídias sociais para posicionar a marca é sobre a quantidade de vezes que se deve publicar e quais são os melhores horários para isso. Segundo o consultor de marketing digital, a resposta é conhecida: “tem que testar”.

Mesmo assim, algumas medidas são essenciais para se obter resultados positivos. Uma delas é fazer postagens todos os dias. “Mais postagens significa mais seguidores. Publicar todos os dias é importantíssimo e, no mínimo, uma vez por dia, porque trabalhamos com engajamento, que é o curtir, comentar e compartilhar. Quando a empresa não publica, ela acaba sumindo da vista do seu público, e o gráfico de análise fica parecendo um batimento cardíaco de sobe e desce, e isso não pode acontecer”, ressalta Victor Lymberopoulos.

Outra dica é fazer as publicações em horários diferentes para ter a chance de alcançar mais pessoas, já que apenas uma média de 10% a 15% dos usuários do Facebook são impactados com o conteúdo gerado na rede. “Os outros 90% do meu público só receberão o conteúdo se eu trabalhar com anúncios. Não tem jeito, é preciso investir e impulsionar”.

Fuja dos erros
As redes sociais são ferramentas excelentes para se obter êxito nos negócios. Mas elas também podem se tornar um pesadelo caso não sejam administradas de maneira séria e correta. Confira algumas dicas para sua empresa se destacar no ambiente digital.

Personalidade definida
Redes sociais são sociais, ou seja, é um espaço para sua marca estar próxima ao público, despertando interesse. Não seja apenas uma empresa desesperada para ganhar fãs. Se preocupe em obter seguidores por oferecer conteúdo agradável e de qualidade.

Interaja!
Não há nada pior que deixar as pessoas no vácuo. Responda as perguntas feitas por seu público, passe informações, agradeça os elogios e feedbacks, trabalhe com emotions (quando for o caso). Em caso de mensagens negativas, evite o bate-boca público. Peça um e-mail ou telefone de contato para resolver a situação de forma civilizada. Escute o que o cliente tem a dizer.

Perfil Pessoal x Profissional
Deixe as fotos em família, dos passeios, das festas em seu perfil pessoal. Aproveite sua rede social profissional para oferecer conteúdos que atendam as necessidades de seu público, afinal de contas, é por isso que ele resolveu ser um seguidor da página da sua empresa.

Planejamento
Mensagens mal elaboradas e mal transmitidas espantam sua audiência. Dedique algum tempo na semana para planejar quais conteúdos e imagens serão publicados, qual será a periodicidade, o formato etc. Faça isso, de preferência, na sexta ou segunda-feira.

Cuidado com o plágio
Não é preciso dizer que plágio é crime, além de gerar uma imagem muito negativa para sua empresa.

Excesso de redes sociais
Não adianta querer estar em todas as redes sociais na tentativa de alcançar mais pessoas e depois não dar conta do recado. Estude seu público e descubra onde ele está. Lá será o seu lugar também.

Perfil completo
Escolha uma foto de perfil e de capa que traduzem a principal mensagem do seu negócio. Faça uma descrição criativa e interessante sobre sua empresa, coloque endereço, telefone e site. E não se esqueça de atualizar as informações em caso de mudança.